logo_anba_pt logo_camera_pt
08/09/2016 - 12:42hs
Compartilhe:

Brasileira cria peça que une modas árabe e baiana

A ‘abayana’ é criação da dançarina Martina Cancio, que transformou o hobby de desenhar roupas em negócio. Peça é mistura da abaya árabe com a leveza e as cores da Bahia.



Divulgação

Abayanas: abertas e coloridas

São Paulo – Dançarina profissional, a brasileira Martina Cancio sempre gostou de desenhar roupas como hobby, mas um tempo vago durante suas férias este ano a fez colocar no papel o projeto de criar uma peça que unisse a moda dos Emirados Árabes Unidos, onde ela vive atualmente, e a moda da Bahia, seu estado natal. Dessa combinação surgiu a ‘abayana’.

“A abayana é uma abaya aberta que não é preta, como são as tradicionais, pretas e fechadas. As cores vieram das fitas do Senhor do Bonfim, que existem de todas as cores, menos preta”, explica a bailarina e agora design de moda.

Para Cancio, a peça aberta significa não só uma diferenciação de estilo da abaya tradicional, mas também um modo de mostrar que peça é voltada para mulheres que gostam da moda árabe, mas que têm uma cabeça ‘mais aberta’, dispostas a experimentar algo “mais flexível e mais moderno”, diz a brasileira. O logotipo da marca também mostra a união dos estilos árabe e baiano, com uma mulher de turbante usando uma máscara típica dos Emirados.

Os modelos são desenhados por ela, que também faz a escolha dos materiais e das estampas em que as peças serão confeccionadas. Há atualmente três modelos à venda e mais dois já foram desenhados pela brasileira para confecção. 

A criação das abayanas começou durante o Ramadan, mês sagrado para os muçulmanos que este ano ocorreu durante junho do calendário ocidental. As peças estão sendo vendidas por encomendas e Cancio diz que está tendo um bom retorno pelas redes sociais. “Tem muita gente entrando em contato porque achou interessante”, afirma.

Ela diz que a ideia é agradar a mulheres de todas as nacionalidades. “A mulherada acha bonito. Quero fazer algo alegre para agradar as estrangeiras que não são muçulmanas, mas gostam da elegância da abaya, e também as árabes, que usam a abaya preta em público, mas que podem usar a abayana em suas festas privadas, e as jovens que já usam a abaya preta aberta”, destaca.

Quem estiver nos Emirados e quiser comprar uma ‘abayana’ pode adquirir a peça por 500 dirhans, cerca de R$ 430. No Brasil, a peça ainda não está disponível, mas Cancio adianta que já está conversando com pessoas interessadas em representar a marca no país.

Contato
Abayana
Página no Facebook: www.facebook.com/abayana.dubai/?fref=ts
Telefone: +971 50760 4980
E-mail: abayana.dubai@gmail.com

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form