logo_anba_pt logo_camera_pt
06/11/2016 - 07:00hs
Compartilhe:

Câmara Árabe vai à COP22

Diretor-geral da entidade, Michel Alaby, irá acompanhar o ministro da Agricultura do Brasil, Blairo Maggi, na conferência da ONU no Marrocos e participará de evento empresarial em apoio às metas de redução de emissões.



São Paulo – O Brasil vai apresentar seu setor agrícola na COP22, conferência da ONU sobre mudanças climáticas que será realizada de 07 a 18 de novembro em Marrakech, no Marrocos. O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, vai ao evento e, segundo informações do ministério, irá mostrar que o País tem um modelo de agricultura sustentável e que isso agrega valor aos alimentos produzidos.

Blairo viaja no dia 13 acompanhado de representantes do setor privado, entre eles o diretor-geral da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Michel Alaby, e deverá ter também encontros bilaterais com autoridades marroquinas, como os ministros da Agricultura e do Comércio.

Alaby sugeriu ao governo brasileiro alguns temas que o setor privado gostaria de ver discutidos com os marroquinos, como os impostos de 100% cobrado sobre o frango e de 200% sobre a carne bovina brasileira para entrada no Marrocos, além da intenção do país árabe de mudar o modelo de certificação fitossanitária exigida dos exportadores brasileiros, o que na avaliação das empresas representa mais barreiras.

Para Alaby, estas obrigações beneficiam concorrentes do Brasil, como França, Holanda, Canadá, Turquia e Estados Unidos. O Marrocos tem um acordo de associação com a União Europeia e tratados comerciais com vários países.

O diretor-geral da Câmara Árabe irá ainda participar de um fórum empresarial paralelo à COP22, organizado pela Confederação Geral de Empresas Marroquinas (CGEM), no dia 16. A entidade prevê reunir cerca de 400 pessoas entre empresários, representantes de entidades setoriais e especialistas em questões climáticas.

A ideia do encontro é discutir os desafios impostos ao setor privado pelo Acordo de Paris, resultado da COP21, realizada em 2015, e que entrou em vigor na última sexta-feira (04). Os organizadores pretendem também que as empresas apresentem inovações destinadas a combater as mudanças climáticas, e que os representantes de organizações empresariais do mundo todo assinem uma declaração de compromisso com a questão climática.

Negociações

Segundo o Itamaraty, na primeira semana da COP22, a delegação brasileira será chefiada pelo embaixador José Antônio Marcondes de Carvalho, subsecretário-geral de Meio Ambiente, Energia, Ciência e Tecnologia do Ministério das Relações Exteriores. Na segunda semana, a liderança ficará a cargo do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho.

O tema principal da COP22 será a implementação do Acordo de Paris, que prevê metas de redução das emissões de gases causadores do efeito estufa. O Brasil, por exemplo, se comprometeu em reduzir suas emissões em 37% até 2025 e em 43% até 2030, com base nos volumes registrados em 2005. Naquele ano, o País emitiu 2,1 gigatoneladas de dióxido de carbono equivalente. O objetivo é que o total caia para 1,3 gigatoneladas em 2025 e 1,2 gigatoneladas em 2030.

Entre os resultados que o governo brasileiro espera da COP22 estão a definição de um cronograma claro para as negociações até 2018 das regras de implementação do Acordo de Paris, dar maior clareza à meta de mobilização de financiamento climático para países em desenvolvimento de US$ 100 bilhões por ano até 2020, e o lançamento de uma Plataforma para o Biofuturo pelo próprio Brasil, junto com outros países.

Ao longo da conferência, o País manterá ainda o Espaço Brasil para a realização de palestras, debates e apresentações sobre assuntos ligados às mudanças climáticas, com a participação da sociedade civil.

Corrida

Durante a COP22 será realizada em Marrakech ainda a segunda etapa do campeonato mundial de Fórmula E, que utiliza monopostos de competição com motores elétricos. É a primeira prova da categoria na África.

Aproveite para entrar no site da Formula E (www.fiaformula.com) e dar seu apoio aos pilotos brasileiros Nelson Piquet Jr. e Lucas Di Grassi com um FanBoost. Os três competidores mais votados ganham um impulso extra de energia durante a corrida.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form