logo_anba_pt logo_camera_pt
11/11/2016 - 07:00hs
Compartilhe:

Jiu-jitsu: entidade dos Emirados faz eventos no Brasil

Torneios no Rio e em Curitiba são patrocinados pela federação do esporte do país árabe. Disputas ocorrem nos dois próximos finais de semana.



São Paulo - Dois eventos patrocinados pela Federação de Jiu-Jitsu dos Emirados Árabes Unidos (UAEJJF) agitam as cidades do Rio de Janeiro (RJ) e Curitiba (PR) nos dois próximos finais de semana. A expectativa é que lutadores brasileiros e de outros países subam ao tatame com o objetivo de melhorar sua posição no ranking e continuar na briga por uma vaga no Campeonato Mundial da temporada, que vai em ocorrer em Abu Dhabi, capital dos Emirados, em abril de 2017.

As duas etapas contam pontos no ranking, mas possuem algumas diferenças. Realizado na Arena Olímpica Carioca, o Abu Dhabi Grand Slam World Tour tem característica mais de exibição, embora também sirva para melhorar a classificação dos lutadores. A etapa de Curitiba, o International Pro de Jiu-Jitsu, vale vaga direta para Manaus (AM), onde em fevereiro do ano que vem serão definidos os lutadores que viajarão para a finalíssima em Abu Dhabi.

A UAEJJF organiza uma espécie de circuito mundial do jiu-jitsu, que culmina no grande evento na capital dos Emirados. Grandes apreciadores do esporte, príncipes de Abu Dhabi buscam fortalecer a prática local, e têm no Brasil um grande aliado nesse objetivo. São muitos os lutadores brasileiros que se transferem para o país para lecionar o jiu-jitsu aos árabes – o esporte é ensinado em escolas públicas do país.

“A ideia é fazer algo parecido com o Circuito Mundial de Surfe, o WCT, onde cada etapa rende classificação para a seguinte”, explica o empresário Rodrigo Forjado, um dos organizadores do evento da capital paranaense – ele foi a ponte entre a UAEJJF e o governo paranaense, que apoia a etapa. “Os árabes investem no esporte porque eles gostam dos valores que são passados para quem o pratica.”

Rio de Janeiro

O Abu Dhabi Grand Slam Tour será o primeiro evento realizado na Arena Olímpica, localizada dentro do Parque Olímpico da Barra da Tijuca, após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Segundo a organização, foram inscritos mais de 2 mil competidores que duelarão no sábado (12) e domingo (13) – as grandes finais dos faixas pretas serão transmitidas ao vivo pelo canal pago Combate, a partir das 15h30 nos dois dias.

“Batemos todos os recordes de inscrições”, afirmou Walter Mattos, presidente da Federação Brasileira de Jiu-Jitsu e idealizador do torneio, organizado em parceria com a UAEJJF.

Dentre os inscritos estão alguns lutadores árabes, que buscam somar pontos para subir no ranking mundial. Além dos pontos, os vencedores recebem prêmios em dinheiro que variam de US$ 500 a US$ 2.000.

Curitiba

No fim de semana seguinte, no sábado (19), será realizado o Pro de Curitiba. Muitos lutadores estrangeiros estenderão sua passagem no Brasil para disputar as duas etapas. Diferentemente do Rio de Janeiro, esse torneio de Curitiba vale uma vaga para a grande final brasileira, em Manaus. “O campeão de Manaus e os dois melhores colocados no ranking garantem uma passagem para Abu Dhabi”, explicou Forjado.

O evento conta com apoio com do governo estadual e será realizado no ginásio da Universidade Positivo. “Tivemos já duzentos inscritos, mas o ritmo deverá aumentar nos próximos dias”, estima o empresário.

Tanto no Rio de Janeiro quanto em Curitiba a entrada do público é gratuita.

Serviço

Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour Rio de Janeiro
Dias 12 e 13 de novembro
Local: Arena Olímpica, dentro do Parque Olímpico da Barra da Tijuca

Curitiba International Pro Jiu-Jitsu Championship
Dia 19 de novembro
Local: Ginásio da Universidade Positivo, em Curitiba

Mais informações em https://www.uaejjf.org/index

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form