logo_anba_pt logo_camera_pt
16/12/2016 - 17:15hs
Compartilhe:

Dirigente do Catar visita Chapecoense

Hamad bin Khalifa bin Ahmed Al Thani, presidente da Confederação de Futebol do país árabe, está no Brasil para prestar solidariedade ao clube pelo acidente aéreo que matou 71 pessoas.



Toshifumi Kitamura/AFP

Homenagens à Chapecoense ocorreram em todo o mundo. Essa foi em Osaka, no Japão

São Paulo - O presidente da Federação de Futebol do Catar (QFA, na sigla em inglês), Hamad bin Khalifa bin Ahmed Al Thani, que é primo do emir catariano, Tamim bin Hamad Al Thani, chegou ao Brasil na noite de quinta-feira (15) para prestar solidariedade à Chapecoense. A equipe de futebol catarinense sofreu um acidente aéreo no fim de novembro, quando morreram 71 dos 77 passageiros, incluindo jogadores, integrantes da comissão técnica, dirigentes, jornalistas e tripulação.

Na manhã de sábado (17), Al Thani desembarcará em Chapecó (SC), onde fará uma visita ao clube e à Arena Condá, estádio da Chapecoense que foi palco do velório dos jogadores e membros da comissão técnica e diretoria, além dos jornalistas locais.

Ele pretendia se encontrar com a família do técnico Caio Júnior, uma das vítimas da tragédia, mas segundo a assessoria do clube, os familiares recusaram a gentileza, alegando ainda não terem condições psicológicas para retornar à cidade. O brasileiro treinou o Al-Gharafa, clube sediado em Doha, de 2009 a 2011.

A tragédia de 30 de novembro chocou o mundo. Inúmeras equipes esportivas de todo o planeta prestaram homenagem às vítimas do avião que levava a Chapecoense para a Colômbia, onde disputaria, contra o Atlético Nacional, em Medellín, a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, feito inédito para o clube do interior catarinense.

Após o acidente, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) declarou a Chapecoense campeã do torneio, mesmo sem disputar as partidas – foi um pedido do próprio Atlético Nacional, que no dia do jogo organizou uma bela cerimônia em homenagem às vítimas no Atanasio Girardot, estádio de Medellín, no dia e na hora da partida que não ocorreu.

Agenda no Rio

Antes de ir a Chapecó, Al Thani visitou a sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro. Foi uma visita de cortesia. Segundo informações da Embaixada do Catar em Brasília, foi a CBF quem fez a ponte da QFA com a Chapecoense. O Catar será a sede da Copa do Mundo de 2022.

A passagem do dirigente pelo Brasil será curta. Após visitar o clube à tarde, ele já iniciará seu retorno ao Catar.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form