logo_anba_pt logo_camera_pt
19/01/2017 - 19:20hs
Compartilhe:

Fórum movimenta negócios com energias renováveis

A 10ª Cúpula Mundial de Energia do Futuro terminou nesta quinta-feira em Abu Dhabi com aumento no número de expositores, visitantes e de reuniões empresariais.



Muhammad Amir/WAM

Arábia Saudita vai licitar projetos de US$ 50 bilhões

São Paulo – A 10ª Cúpula Mundial de Energia do Futuro terminou nesta quinta-feira (19) em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. De acordo com informações da Emirates News Agency (WAM), houve crescimento significativo das atividades comerciais geradas pelo evento. O número de reuniões de negócios, por exemplo, aumentou mais de 60%.

O encontro é a principal atividade da Semana de Sustentabilidade de Abu Dhabi e tem por objetivo promover negócios nas áreas de energias limpas, manejo de recursos hídricos e tratamento de lixo. A organização é da Masdar, companhia do emirado que atua nestes setores.

Segundo a WAM, dados preliminares mostram que o evento teve a participação de 880 expositores de 40 países e 38 mil visitantes de 175 nacionalidades, incluindo 1.675 CEOs de 128 nações. No ano passado, a cúpula teve 850 expositores e 35 mil visitantes. Foram realizadas quase 8,6 mil reuniões de negócios, contra 5,3 mil em 2016, um aumento de 62%.

O projeto da Arábia Saudita de agregar 10 gigawatts de fontes renováveis à sua rede de eletricidade ofereceu as oportunidades de negócios mais imediatas. O ministro saudita da Energia, Khalid Al Falih, disse que a primeira rodada de licitações para projetos que somam US$ 50 bilhões será lançada em duas semanas.

WAM

Masdar comprou 25% de parque eólico no Mar do Norte

Destaque também para os planos da Índia de agregar 175 gigawatts de fontes renováveis até 2022.

Outras iniciativas anunciadas foram a formação de uma joint-venture entre a Agência de Água e Eletricidade de Dubai (Dewa, na sigla em inglês) e a Masdar para construir a terceira parte da usina solar Mohammed Bin Rashid Al Maktoum Solar Park, que com 800 megawatts de capacidade irá se tornar a maior do gênero no mundo; e a criação de um fundo dos Emirados de US$ 50 milhões para financiar projetos de energias renováveis no Caribe.

Foi divulgado ainda um acordo entre a Masdar, a Companhia de Água e Energia do Catar e a também catariana Nebras Power para desenvolver projetos na área de energias renováveis; a compra pela Masdar de uma participação de 25% no parque eólico flutuante Hywind Scotland, no Mar do Norte; um convênio entre a Masdar e a empresa Bee’ah, de Sharjah, para a construção de uma usina de transformação de lixo em energia no emirado com capacidade para 300 mil toneladas; e que a Masdar dará consultoria para a instalação de uma usina solar de 5 megawatts nas Seychelles.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form