logo_anba_pt logo_camera_pt
27/01/2017 - 17:49hs
Compartilhe:

Corte na produção de petróleo atingirá meta em fevereiro

Afirmação é do ministro da Energia da Argélia, Noureddine Boutarfa. Países membros e não membros da Opep decidiram reduzir a produção em 1,8 milhão de barris diários este ano.



São Paulo – A meta de reduzir a produção de petróleo em quase 1,8 milhão de barris por dia este ano, anunciada em dezembro por membros e não membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), deverá ser atingida em fevereiro, disse nesta quinta-feira (26) o ministro da Energia da Argélia, Noureddine Boutarfa, segundo informações da agência de notícias Algérie Presse Service (APS).

Os integrantes da entidade se comprometeram com um corte de 1,2 milhão de barris diários, e outras 11 nações, com 558 mil barris por dia. “A redução efetiva já chegou a 1,5 milhão de barris por dia”, declarou o ministro. A Argélia faz parte da Opep.

A primeira reunião de avaliação do acordo entre estes países ocorreu no último final de semana, na Áustria, e os participantes destacaram que há “um forte nível de comprometimento” das nações envolvidas em atingir a meta. O próximo encontro do gênero vai ser realizado em março no Kuwait. “Será avaliado o nível de cumprimento do acordo por todos os países envolvidos”, acrescentou Boutarfa.

Os países decidiram reduzir a produção a partir de 1º de janeiro e pelo período de seis meses. O objetivo é sustentar os preços da commodity, após um longo período de baixa significativa.

Gás

Ainda na quinta-feira, a Sonatrach, petrolífera estatal da Argélia, informou que as exportações argelinas de gás poderão chegar a 56 bilhões de metros cúbicos em 2017, contra 54 bilhões de metros cúbicos em 2016. A estimativa inclui gás natural e gás natural liquefeito (GNL). O gás responde por 30% das vendas externas de hidrocarbonetos do país.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form