logo_anba_pt logo_camera_pt
27/02/2017 - 14:50hs
Compartilhe:

O Brasil é mercado para Dubai

Em visita à sede da Dubai Exports, representantes da Câmara Árabe conheceram produtos que o emirado produz e quer exportar. Entre eles estão chocolate de leite de camela e perfumes.



Isaura Daniel/ANBA

Kamali (dir.) mostrou produtos de exportação

Dubai – Sabonete de leite de camela, metais sanitários, biscoitos, macarrão, embalagens, perfumes, tâmaras e chocolates de todo tipo. Essa é parte da lista de produtos que o emirado de Dubai produz e quer vender para o mundo, inclusive para o Brasil. A Dubai Export, órgão do governo de Dubai responsável por promover as exportações do emirado, planeja pelo menos duas ações neste ano para vender ao mercado brasileiro. Alguns produtos já estão no Brasil.

Em encontro com representantes da Câmara de Comércio Árabe Brasileira nesta segunda-feira (27) em Dubai, o diretor adjunto da Dubai Exports, Mohammad Ali Al Kamali, falou sobre os planos para o mercado brasileiro. O órgão deve organizar um seminário com encontros de negócios com empresários brasileiros em setembro deste ano no Brasil e também vai participar da Apas, feira do setor de supermercados que ocorrerá de 02 a 05 de maio na capital paulista.

Já são exportados para o Brasil produtos como alimentos e perfumes, além de serviços. A empresa local Nabeel, por exemplo, vende perfumes aos brasileiros. A Dubai Exports foi criada em 2006 e começou a olhar para o Brasil em 2011, segundo o diretor adjunto. Um escritório foi aberto na capital paulista em 2014 para facilitar os negócios.

Isaura Daniel/ANBA

Doces para o gosto local e estrangeiro

Em visita à sede da Dubai Exports, o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun, e outros profissionais da entidade conheceram um espaço onde são expostos os produtos feitos localmente. Na galeria é possível ver desde os perfumes da Nabeel até os sabonetes de luxo produzidos com leite de camela da The Camel Soap Factory. Também estão em exposição metais sanitários, doces industrializados, biscoitos, sucos, massas, tâmaras, chocolates de leite de camela, entre outros.

Do encontro com os representantes da Câmara Árabe também participaram o economista chefe de Comércio e Desenvolvimento de Exportações da Dubai Exports, Ashraf Mahate, e o gerente de Desenvolvimento de Mercado Internacional, Mohammed Younis Jamal AlSayed. Mahate propôs que a Dubai Exports e a Câmara Árabe trabalhem em conjunto e ajudem os seus países a replicar para outros setores o sucesso do frango brasileiro em Dubai.

A delegação da Câmara Árabe está em Dubai para participar da Gulfood, feira do setor de alimentos na qual a entidade tem um estande e que segue até a próxima quinta-feira (02). Também estão sendo feitas reuniões paralelas no país árabe, em Dubai e Abu Dhabi, para ajudar a facilitar os negócios entre os Emirados e o Brasil.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form