logo_anba_pt logo_camera_pt
08/03/2017 - 17:33hs
Compartilhe:

Venda de calçados aos Emirados tem pequeno avanço

Exportações do Brasil ao país árabe somaram US$ 2,85 milhões no primeiro bimestre, um crescimento de 1,7%. Representante do setor diz que a variação do dólar atrapalha os negócios.



São Paulo – As exportações de calçados brasileiros aos Emirados Árabes Unidos somaram US$ 2,85 milhões no primeiro bimestre, um aumento de 1,7% sobre o mesmo período do ano passado. Foram embarcados mais de 403 mil pares, um acréscimo de 3,1% na mesma comparação. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (08) pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados).

Os Emirados são o maior mercado para os sapatos do Brasil no mundo árabe. Em segundo lugar aparece a Arábia Saudita. As vendas para lá renderam US$ 2,5 milhões, uma queda de 36,4% em relação aos dois primeiros meses de 2016. Foram comercializados 274 mil pares, um recuo de 17,2% na mesma comparação.

No total, as exportações de calçados brasileiros ao mundo árabe somaram US$ US$ 8,3 milhões em janeiro e fevereiro, uma redução de 8,77% frente ao primeiro bimestre de 2016, segundo números do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (MDIC). Foram vendidos poucos mais de 1 milhão de pares.

Além dos Emirados e Arábia Saudita, o Brasil exportou sapatos para o Kuwait, Bahrein, Marrocos, Líbano, Síria, Egito, Mauritânia e Tunísia nos dois primeiros meses de 2017.

Geral

As exportações brasileiras de calçados como um todo renderam US$ 162,9 milhões no primeiro bimestre, um aumento de 10,8% em relação ao mesmo período do ano passado. O volume embarcado, porém, caiu 3,5%, para 20,53 milhões de pares.

Apesar do crescimento no bimestre, o presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, disse que o avanço em fevereiro (5% em receita) foi menor do que o observado em janeiro (17%). Isso, segundo nota divulgada pela entidade, mostra uma desaceleração das exportações. “O dólar sofreu uma forte desvalorização a partir do final do ano passado, passando de uma mediana de R$ 3,40 para R$ 3,15. O impacto foi muito forte na formação de preços”, disse Klein, de acordo com o comunicado.

O maior mercado do calçado brasileiro no exterior são os Estados Unidos, seguidos da Argentina e da França.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form