logo_anba_pt logo_camera_pt
21/03/2017 - 19:48hs
Compartilhe:

Alckmin e chanceler dos Emirados discutem comércio

Governador de São Paulo recebeu ministro Abdullah Bin Zayed Al Nahyan no Palácio dos Bandeirantes e conversou sobre comércio e investimentos.



Luis Blanco/A2img

Nahyan (E) e Alckmin se encontraram em SP

São Paulo – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, recebeu nesta terça-feira (21) no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional dos Emirados Árabes Unidos, Abdullah Bin Zayed Al Nahyan. Os dois discutiram formas de estimular o comércio e os investimentos entre as duas regiões, segundo informações divulgadas pelo site do governo do estado.

“Temos intensificado a relação com os Emirados em setores como infraestrutura”, disse o governador em sua conta no Twitter.

Alckmin recebeu o chanceler acompanhado do secretário de governo, Saulo de Castro, da subsecretária de Parcerias e Inovação, Karla Bertocco, do secretário da Energia, João Carlos Meirelles, do diretor-executivo da Investe São Paulo, Sérgio Costa, e da chefe da Assessoria Especial para Assuntos Internacionais, Ana Paula Fava. A embaixadora dos Emirados em Brasília, Hafsa Abdulla Mohamed Sharif Alulama, e outros profissionais acompanharam Nahyan na reunião.

De acordo informações do governo, os Emirados foram o país do Oriente Médio com maior número de visitas ministeriais ao Brasil desde 2010. O governador recebeu na semana passada também membros do Abu Dhabi Investment Authority (ADIA), o maior fundo soberano dos Emirados, e no começo do ano a nova embaixadora dos Emirados em Brasília.

São Paulo é o estado do Brasil que mais exporta para os Emirados. Segundo números do Ministério do Desenvolvimento, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), os paulistas faturaram US$ 93,3 milhões com exportações ao país em janeiro e fevereiro, 31% de tudo o que o Brasil obteve de receita com vendas aos Emirados no mesmo período, que foi US$ 298,2 milhões.

O estado exportou para os Emirados no primeiro bimestre principalmente açúcar, veículos aéreos, combustíveis, ouro, polímeros e carnes. Depois de São Paulo, os estados brasileiros que mais fornecem produtos para o país árabe são Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Espírito Santo.

Depois de se encontrar com o governador, o ministro tinha na agenda a participação na inauguração da nova sede do consulado dos Emirados em São Paulo, no final da tarde desta terça-feira. O prefeito, João Doria Junior, também tinha participação prevista no evento.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form