logo_anba_pt logo_camera_pt
13/04/2017 - 14:25hs
Compartilhe:

Oriente Médio responde por 10% das exportações do agronegócio

No trimestre, vendas à região cresceram 12% sobre o período de janeiro a março do ano passado, alcançando US$ 2,029 bilhões.



São Paulo – O Oriente Médio respondeu por 9,9% das exportações do agronegócio brasileiro no primeiro trimestre, segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgados quarta-feira (12). Os embarques para a região somaram US$ 2,029 bilhões no período, valor 12% superior ao registrado de janeiro a março do ano passado.

A região é a terceira maior compradora dos produtos brasileiros, atrás apenas da Ásia e União Europeia.

No total, as exportações do agronegócio subiram 2,4% no período, alcançando US$ 20,52 bilhões. Como as compras do Oriente Médio cresceram em ritmo mais forte, a participação da região no total exportado aumentou de 9% para os 9,9% do primeiro trimestre de 2016 para janeiro a março de 2017.

De acordo com o Mapa, a Arábia Saudita foi o quarto maior cliente dos produtos do agronegócio brasileiro no primeiro trimestre, superada apenas por China, Estados Unidos e Holanda. As compras do país árabe cresceram 24,3% sobre o mesmo período do ano passado, somando US$ 639,7 milhões.

Outra nação da região a figurar entre os vinte maiores compradores no trimestre é a Argélia, que de janeiro a março importou US$ 316,9 milhões, um avanço de 35% sobre igual período de 2016.

Em março, isoladamente, os embarques ao Oriente Médio somaram US$ 693,9 milhões, queda de 4,2% em relação ao mesmo mês do ano passado. A participação, que em março de 2016 foi de 8,7%, caiu para 7,9% no mês passado.

A Arábia Saudita foi o sexto país que mais adquiriu produtos brasileiros no mês, com US$ 213,2 milhões, um avanço de 14,8% sobre março de 2016. Além de China, Estados Unidos e Holanda, ficaram à frente da nação árabe também Rússia e Alemanha.

A Argélia ficou na 18ª posição do mês, com US$ 93,9 milhões em compras, um crescimento de 20,5%. No ranking de março aparece também o Egito, na 20ª posição, mesmo com o recuo de 25,7% nas compras de 2016 para 2017, que somaram US$ 93,6 milhões.

As importações totais do agronegócio avançaram de US$ 3,03 bilhões para US$ 3,76 bilhões no primeiro trimestre, uma alta de 23,9% no período. Em março, o Brasil comprou US$ 1,39 bilhão, uma expansão de 19,1% sobre o mesmo mês do ano passado.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form