logo_anba_pt logo_camera_pt
17/04/2017 - 16:43hs
Compartilhe:

Balança comercial tem superávit de US$ 1,8 bilhão

Na segunda semana de abril, exportações registraram US$ 4,075 bilhões e importações alcançaram US$ 2,246 bilhões, segundo dados do MDIC divulgados nesta segunda-feira.



São Paulo – A balança comercial brasileira registrou novo superávit na segunda semana de abril, quando o saldo ficou positivo em US$ 1,829 bilhão, resultado de US$ 4,075 bilhões em exportações e de US$ 2,246 bilhões em importações. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) nesta segunda-feira (17).

Segundo a pasta, a média diária das exportações na semana passada – que teve quatro dias úteis por conta do feriado da Sexta-Feira Santa – somou US$ 1,019 bilhão, 8,7% acima do resultado registrado na primeira semana de abril. No período as exportações de produtos básicos avançaram 21%, por conta de petróleo bruto, minério de cobre, farelo de soja, café e minério de ferro. O grupo de semimanufaturados registrou alta de 0,9%, puxado por celulosa, óleo de soja, semimanufaturados de ferro e aço, ferro fundido bruto e ferro spiegel e madeira serrada ou fendida.

Em contrapartida, as vendas de produtos manufaturados recuaram 4,8% no período, principalmente em razão de hidrocarbonetos e seus derivados halogenados, veículos de carga, suco de laranja, torneiras, válvulas e partes, e tubos flexíveis de ferro e aço.

Já as importações caíram 9,2% na segunda semana do mês, em comparação com o período anterior. A média diária chegou a US$ 561,4 milhões e a queda pode ser explicada pela diminuição nos gastos com veículos automóveis e partes, equipamentos eletroeletrônicos, cereais e produtos da indústria de moagem, químicos orgânicos e inorgânicos e combustíveis e lubrificantes.

Desempenho no mês

Comparados os resultados das médias diárias das duas primeiras semanas de abril de 2016 com as de 2017, o avanço nas exportações chegou a 26,6%, de acordo com o MDIC. Todas as categorias de produtos tiveram crescimento: 32,5% em semimanufaturados, 25,7% em manufaturados e 25,6% nos básicos.

Nas importações, o aumento foi de 12,9%, com crescimento nos gastos de filamentos e fibras sintéticas, combustíveis e lubrificantes, borracha e obras, equipamentos eletroeletrônicos e plástico e obras.

O saldo da balança está superavitário em US$ 3,422 bilhões nas primeiras semanas de abril. No acumulado do ano, a balança comercial brasileira tem saldo positivo de US$ 17,840 bilhões.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form