logo_anba_pt logo_camera_pt
21/04/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Associações promovem carne brasileira no Egito

Ação tem por objetivo reforçar a imagem dos produtos do Brasil no país árabe, um dos principais mercados para os exportadores nacionais.



São Paulo – Autoridades, importadores e formadores de opinião do Egito participam neste domingo (23) de um churrasco organizado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) no Cairo. Carnes de boi e de frango brasileiras serão servidas aos egípcios, em iniciativa que conta com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), dos ministérios das Relações Exteriores (MRE) e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O churrasco faz parte de uma ação organizada para reforçar a imagem da carne brasileira no mercado egípcio, importante importador de proteína animal do Brasil. A Câmara de Comércio Árabe Brasileira é uma das participantes, segundo explicou seu diretor-geral, Michel Alaby. “O objetivo é promover a carne brasileira no mercado egípcio, terceiro maior importador de carne de boi e décimo maior comprador da carne de frango nacional”, disse.

Segundo Ricardo Santin, vice-presidente de mercados da ABPA, os últimos acontecimentos ajudaram a comprovar que o Brasil tem instituições fortes e zela pela qualidade da carne local.

“Somos reconhecidos internacionalmente pela qualidade, status sanitário e capacidade de atender às mais específicas exigências de cada mercado. Isto fez do Brasil o maior produtor e exportador de frango halal do mundo. São questões que queremos abordar nesta missão, renovando nossos laços de confiança com os importadores egípcios”, afirmou o executivo.

Além do churrasco no domingo, a comitiva brasileira ainda terá uma agenda comercial e reuniões com o vice-ministro do Exército e a vice-ministra da Agricultura do Egito. As autoridades e os importadores egípcios participarão ainda de um seminário sobre as carnes de boi e de frango brasileiras.

“A Câmara Árabe estará lá para ajudar no que for preciso, à disposição dos exportadores brasileiros e importadores egípcios”, afirmou Alaby.

No primeiro trimestre, o Egito importou 16,6 mil toneladas de carne de frango do Brasil, ou 1,6% do total das importações, segundo a ABPA. Em carne de boi, foram 15 mil toneladas embarcadas dos portos brasileiros ao país africano, de acordo com dados da Abiec.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form