logo_anba_pt logo_camera_pt
15/05/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Líbano promove encontro de negócios para diáspora

A 7ª Conferência Planet Lebanon ocorre em 02 e 03 de agosto, em Beirute. Evento irá reunir empresários e políticos de origem libanesa para discutir temas como sistemas bancários, turismo e corrupção.



São Paulo – A 7ª Conferência Planet Lebanon irá reunir empresários e políticos libaneses ou com origens no país árabe em Beirute nos dias 02 e 03 de agosto. O evento é organizado pelo Conselho Internacional de Negócios Libanês (LIBC, na sigla em inglês). No encontro serão discutidos diferentes temas de interesse da diáspora libanesa pelo mundo.

“Vamos ter o primeiro-ministro Saad Hariri como principal palestrante”, conta Nassib Fawaz, presidente do LIBC. Segundo ele, o evento será divido em quatro painéis: segurança do sistema bancário libanês para transferências monetárias internacionais; transparência e corrupção no governo libanês; como o Líbano pode apoiar a diáspora em países onde os libaneses precisam de apoio; e investimentos em turismo.

Sobre o painel que aborda o apoio do país à sua diáspora, Fawaz lembra que no Brasil isso não se faz necessário, mas que em outros países, como algumas nações do Golfo, os libaneses encontram alguns entraves. “Alguns países do Golfo estão dificultando a entrada de libaneses, eles não querem dar visto”, explica.

Para ele, esse apoio, porém, deve ser uma via de mão dupla. “Precisamos ver o que o governo pode fazer pela diáspora e o que a diáspora pode fazer pelo Líbano”, afirma. Nesse campo, entra ainda o apoio dos descendentes de libaneses ao turismo em seu país de origem, tema do quarto painel. “Somos os turistas permanentes do Líbano”, diz.

Outro tema que será abordado no encontro será a criação da Lebanese Immigrant House, projeto de US$ 150 milhões que inclui um hotel, centro de conferência, museu e escritórios com serviços de apoio os imigrantes que chegam no país.

Brasil

Fawaz acredita que possa haver mais cooperação entre libaneses e brasileiros. “Há mais produtos que o Brasil produz que podem ser exportados para o Líbano”, aponta. Atualmente, os principais produtos exportados do Brasil para a nação árabe são animais vivos e carnes. Já os itens mais comprados pelos brasileiros dos libaneses são cafés, chás e especiarias.

O empresário brasileiro descendente de libaneses Nagib Makhlouf foi apontado este ano como diretor do LIBC para São Paulo. Ele conta que ficou responsável por convidar painelistas brasileiros para o evento. Segundo ele, em sua lista há dois políticos e um juiz convidados para falarem no encontro.

Makhlouf diz ainda que o evento também deve servir para promover negócios entre os dois países. “Esse é um evento de networking. Minha ideia é fazer com que também haja rodadas de negócios. Sugeri isso à organização no Líbano e eles adoraram”, conta.

O evento de 2016 reuniu 300 pessoas. Para este ano, são esperados 500 convidados. Os descendentes de libaneses que quiserem participar do evento devem enviar um e-mail para info@libc.net. A direção do conselho irá responder confirmando a inscrição do solicitante.

A participação na Conferência Planet Lebanon é gratuita, mas é possível também se tornar sócio do LIBC por uma taxa de US$ 100 e ter acesso a outras atividades do conselho.

Mais informações sobre o evento estão disponíveis no site www.libc.net/planet-lebanon-2017.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form