logo_anba_pt logo_camera_pt
18/05/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Xeque árabe restaura teatro francês

Rebatizado para Teatro Xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan, o Teatro Imperial do Palácio de Fontainebleau, na França, entra na segunda etapa de restauração.



São Paulo – Graças à iniciativa do xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan, presidente dos Emirados Árabes Unidos, um histórico e pouco utilizado teatro francês passou por ampla restauração e reabriu à visitação. Localizado dentro do Palácio de Fontainebleau, na cidade homônima a pouco mais de cinquenta quilômetros do centro de Paris, o antigo teatro imperial é agora conhecido pelo nome do seu mecenas: Teatro Xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan.

Giles Coulon/Abu Dhabi Tourism & Culture Auth

Vista do palco antes da restauração

Desde 2014 aberto a visitas, o teatro entrará na segunda fase de restauração, com foco para certos equipamentos, os níveis superiores do salão principal e o palco. Na primeira etapa, 25 especialistas e 135 artesãos se ocuparam na revitalização da decoração original do auditório – segundo publicações locais, o custo total chegou a 5 milhões de euros. 

O Teatro Imperial do Palácio de Fontainebleau foi construído entre 1853 e 1856 a pedido de Napoleão III. O arquiteto Hector Lefuel foi o responsável pela obra, com desenho inspirado no pequeno teatro Maria Antonieta, de Versalhes. Tem capacidade para acomodar 400 pessoas sentadas, mas foi usado pouco mais de uma dezena de vezes após sua inauguração.

Eric Sander/Abu Dhabi Tourism & Culture Auth

Vista do palco após a restauração

Apesar de estar dentro do terreno do Castelo de Fontainebleau, patrimônio mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e lar de 34 monarcas e imperadores franceses, o teatro fica meio isolado das construções mais populares. O local abriga também a Ecolea d’Art Americaines, uma escola de arte, arquitetura e música.

Em 2007, o governo de Abu Dhabi fechou acordo com o da França para a restauração do projeto – o negócio incluiu também o projeto do Museu do Louvre na capital dos Emirados, que tem inauguração prevista para novembro deste ano. Como agradecimento, o ministro da Cultura e Comunicação francês à época, Renaud Donnedieu de Vabres, rebatizou o teatro com o nome do xeque.

“Em qualquer lugar do mundo, a proteção do patrimônio cultural é de extrema importância para assegurar que a história de nossas sociedades e civilizações sejam transmitidas para às futuras gerações”, afirmou, em comunicado, Mohammed Khalifa Al Mubarak, presidente do Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi.

O início da segunda etapa da restauração do teatro está marcado para junho. A conclusão total da obra é estimada para 2019, doze anos após a assinatura do contrato. Enquanto as obras não começam, o local ainda pode receber visitas guiadas.

Serviço
Teatro Xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan (antigo Teatro Imperial)
Local: Palácio de Fontainebleau, 77300 Fontainebleau, França
Preço: de 3 euros a 14 euros
Mais informações: http://www.musee-chateau-fontainebleau.fr/Le-theatre-de-Napoleon-III

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form