logo_anba_pt logo_camera_pt
19/05/2017 - 18:05hs
Compartilhe:

Entidades de defesa do Brasil e Emirados firmam acordo

Abimde assinou memorando de entendimento com National Defense Company Council, que congrega empresas da área no país árabe. Objetivo é cooperação no setor.



São Paulo – A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde) assinou na última semana um acordo com o National Defense Company Council, entidade que congrega as empresas de defesa dos Emirados Árabes Unidos. De acordo com nota divulgada pela Abimde, o objetivo é a cooperação industrial no setor.

Tereza Sobreira/MD

Acordo integrou agenda de ministro ao Brasil

O presidente da Abimde, Carlos Frederico Aguiar,  assinou o acordo pela associação brasileira e o diretor da empresa Tawazun, Saif Alhajiri, firmou por parte da entidade dos Emirados. A companhia que ele dirige é uma holding com sede em Abu Dhabi que congrega 14 empresas do setor de defesa.

A assinatura do memorando fez parte da visita do ministro da Defesa dos Emirados, Mohammed bin Ahmed Al Bowardi, ao Brasil na semana passada. Ele se encontrou com o ministro da Defesa do Brasil, Raul Jungmann, no dia 11 de maio. O acordo entre Abimde e National Defense Company Council foi firmado na presença dos ministros.

Aguiar afirma que o memorando mostra que as relações entre os dois países se darão não só em áreas como cultura e economia, como também pelo setor de defesa. Ele lembra que os Emirados são o décimo maior comprador do mundo de materiais de defesa e que vêm buscando aperfeiçoar seu parque industrial na área, no que o Brasil se enquadra para ser um parceiro em função da qualidade da sua indústria e dos laços que têm com o país árabe. 

O ministro árabe esteve no Brasil acompanhado de uma comitiva, que também teve outras atividades. O grupo visitou a Emgepron, empresa naval vinculada ao Ministério da Defesa do Brasil. De acordo com informações da Abimde, eles confirmaram que possuem interesse em alianças estratégicas com as empresas brasileiras e querem participar do projeto das Corvetas da Classe Tamandaré. Ele prevê a construção de quatro navios militares para a Marinha do Brasil. 

A manifestação do interesse pelo projeto das corvetas também foi feito pelo ministro Al Bowardi a Jungmann, segundo material divulgado pelo Ministério da Defesa. O ministro árabe afirmou que há interesse em participar de projetos no Brasil em todas áreas, militar ou comercial. O ministro brasileiro se mostrou favorável à parceria, segundo o Ministério da Defesa.

No encontro entre as duas autoridades, ficou decidida a criação de um comitê bilateral para tratar de temas de defesa. Os dois países já têm intercâmbio na área. Empresas brasileiras participaram de feira do setor em Abu Dhabi no começo deste ano e uma empresa do emirado, a Caracal, está construindo uma fábrica no estado brasileiro de Goiás.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form