logo_anba_pt logo_camera_pt
07/06/2017 - 19:00hs
Compartilhe:

Emaar vai vender 30% do seu negócio imobiliário

Companhia fará oferta pública inicial (IPO) da sua área de projetos imobiliários no mercado de ações de Dubai. Até final de maio empresa fez vendas de US$ 2,64 bilhões em imóveis.



São Paulo – A Emaar Properties anunciou nesta quarta-feira (07) que vai vender 30% do seu negócio de desenvolvimento imobiliário nos Emirados Árabes Unidos. A empresa planeja uma oferta pública inicial (IPO) no Dubai Financial Market (DFM), a bolsa de valores de Dubai, segundo notícia publicada pelas agências locais e material divulgado pela empresa.

De acordo com a própria empresa, esse será o maior IPO nos Emirados desde o da Emaar Malls, em 2014, que foi de 5,8 bilhões de dihrams, cerca de US$ 1,58 bilhão. A Emaar Malls é a área da companhia que é proprietária e operadora de shopping centers. A companhia afirmou que pretende gerar valor para seus acionistas, que serão os principais destinatários dos valores conseguidos por meio de distribuição de dividendos.

A Emaar registrou vendas imobiliárias de 9,7 bilhões de dihrams (US$ 2,64 bilhões) neste ano até o final de maio, com aumento de 24% sobre o mesmo período de 2016. Nos últimos anos a empresa teve crescimento significativo, passando de vendas de 4,2 bilhões de dihrams em 2012 (US$ 1,14 bilhão) para 14,4 bilhões de dihrams (US$ 3,9 bilhões) no ano passado.

O presidente da Emaar Properties, Mohamed Alabbar, afirmou que a medida garantirá que o valor do negócio imobiliário da empresa seja devidamente reconhecido, aumentado o valor para todos os acionistas. A Emaar entregou cerca de 34 mil imóveis em Dubai desde 2001 e atualmente possui área de 24 milhões de metros quadrados nos Emirados.

A empresa desenvolveu e construiu o prédio mais alto do mundo, o Burj Khalifa, que fica em Dubai e tem 828 metros de altura. Atualmente ela leva adiante vários megaprojetos, como o Dubai Hills Estate, área de 11 milhões de metros quadrados que será uma cidade verde dentro de Dubai, e é construída em uma joint-venture com a empresa Meraas Holding.

A empresa não divulgou a data do IPO.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form