logo_anba_pt logo_camera_pt
08/06/2017 - 16:18hs
Compartilhe:

Universidades brasileiras e libanesas fecham parcerias

Grupo Coimbra, que representa 77 instituições do Brasil, está assinando acordos de cooperação com cinco universidades do país árabe. Parcerias incluem projetos em pesquisa e inovação e também intercâmbio acadêmico.



São Paulo – O Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB) está estabelecendo parcerias com cinco universidades do Líbano para cooperação em diferentes áreas. A diretora-executiva do grupo, Rossana Silva, está esta semana no país árabe para a assinatura dos memorandos de entendimento.

O GCUB é uma associação civil de caráter acadêmico, científico e cultural que reúne 77 instituições de ensino superior brasileiras nas diferentes regiões do país. Entre elas estão a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade de Brasília (UnB) e outras instituições públicas e privadas.

“O Grupo Coimbra é uma rede que tem cooperação internacional com universidades em todo o mundo. Atendemos a um convite da embaixada do Brasil em Beirute”, explicou Silva sobre como surgiu a parceria entre seu grupo e as entidades libanesas.

“O objetivo é intensificar a cooperação internacional entre o Brasil e o Líbano. A ação tem como proposta sistematizar a cooperação entre as entidades de nível superior, com a realização de seminários, intercâmbio bilateral de pesquisadores e alunos, aproximação dos sistemas de ensino, inovação, pesquisa, ensino de idiomas e aprofundamento das culturas”, destaca a diretora.

As instituições libanesas que fecharam parceria com o Grupo Coimbra são a Universidade Saint-Esprit de Kaslik (Usek), Universidade Saint-Joseph, Lebanese American University, Lebanese International University e a Lebanese University.

O convênio com a Usek foi assinado nesta quinta-feira (08) por Silva e pelo reitor da instituição libanesa Georges Hobeika. Roberto Khatlab, diretor do Centro de Estudos e Culturas da América Latina (Cecal) da Usek, explica que a partir da assinatura do memorando de entendimento serão definidas as ações em parceria entre a universidade libanesa e as brasileiras.

Segundo ele, pode-se estabelecer parcerias em quaisquer áreas de ensino, mas que, em geral as áreas de maior interesse de trabalho entre instituições brasileiras e do Oriente Médio são as de Ciência Política, História, Administração e Comércio.

“A Usek tem atualmente 13 convênios acadêmicos com a América Latina, dos quais três com o Brasil. Agora, com o Grupo Coimbra, temos 77 universidades brasileiras a mais. Para o Cecal, é importante essa relação pois existe uma grande colônia de libaneses no Brasil e a Usek fortalece essa ponte acadêmica com o País. O Cecal da Usek já realiza vários projetos de pesquisa e intercâmbio de professores e estudantes. São acordos práticos que realizamos e que agora se expandem”, afirma Khatlab.

No mundo árabe, além das universidades libanesas, o Grupo Coimbra tem acordos de cooperação assinados com uma universidade no Marrocos e com a Associação de Universidades Árabes, na Jordânia.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form