logo_anba_pt logo_camera_pt
12/06/2017 - 16:22hs
Compartilhe:

Superávit comercial chega a US$ 2,2 bilhões em junho

Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, saldo das duas primeiras semanas de junho é resultado de US$ 6,411 bilhões em exportações e de US$ 4,182 bilhões em importações.



São Paulo – O saldo do comércio exterior brasileiro ficou positivo em US$ 2,224 bilhões nas duas primeiras semanas de junho, de acordo com dados publicados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MIDC) nesta segunda-feira (12). Nos sete dias úteis do mês, foram exportados US$ 6,411 bilhões, enquanto as importações alcançaram US$ 4,187 bilhões.

No acumulado do ano, as exportações alcançaram US$ 94,337 bilhões e as importações, US$ 63,089 bilhões, gerando um superávit de US$ 31,248 bilhões na balança comercial.

Os embarques somam US$ 915,9 milhões por dia útil em junho, valor 20,4% superior ao resultado de igual mês do ano passado, quando a média diária das vendas externas alcançou US$ 760,8 milhões.

Segundo o MDIC, as três categorias de produto registraram crescimento nessa comparação: 37,7% em semimanufaturados, puxado por açúcar bruto, celulose, semimanufaturados de ferro e aço, ouro em forma semimanufaturada e óleo de soja bruto; 17,7% nos produtos básicos, com destaque para petróleo bruto, soja em grão, minério de ferro, minério de cobre e carne bovina; e de 16,8% em manufaturados, por conta de tubos flexíveis de ferro e aço, automóveis de passageiros, veículos de carga, açúcar refinado e polímeros plásticos.

As importações registraram média diária de US$ 598,2 milhões, aumento de 3,1% em relação aos US$ 580,4 milhões de junho de 2016. A pasta destacou o aumento de 178,1% nas compras de bebidas e álcool, de 66,9% de combustíveis e lubrificantes, de 50,1% de adubos e fertilizantes, de 45,9% de produtos siderúrgicos e de 9,5% de equipamentos eletroeletrônicos.

Na comparação com maio, as exportações das duas primeiras semanas de junho apresentaram aumento de 1,8%, e as importações cresceram 8,5%.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form