logo_anba_pt logo_camera_pt
25/06/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Estúdio mineiro tem plano de intercâmbio com libaneses

Lampejo trabalha com design gráfico e tem projeto de residência artística com a organização Waraq, que reúne artistas árabes. Sócios buscam apoio para execução.



São Paulo - O Estúdio Lampejo, de design gráfico, busca apoio para colocar em pé um projeto de intercâmbio com libaneses. O Lampejo fica na capital mineira e planeja uma residência artística com a organização não-governamental Waraq, que reúne artistas árabes. O contato ocorreu em um festival em Dubai, no qual o Lampejo representou o design gráfico brasileiro. 

Divulgação

João e Costa em Dubai: convidados

A Waraq atua como uma plataforma para apoiar, promover e conectar artistas e profissionais árabes que trabalham com ilustração, animação e design. Ela tem sede na capital libanesa na qual promove oficinas, exposições e palestras, entre outras atividades artísticas, e seus membros também levam adiante um estúdio de design para prestação de serviços.

O Estúdio Lampejo pertence aos publicitários Filipe Costa e João Emediato. Costa foi indicado o Grammy Latino pelo projeto gráfico de um disco, em 2013, juntamente com Mateus Sá. O estúdio também participou como convidado do 3º ING Creative Festival, festival da área de criatividade que selecionou 50 artistas do mundo todo para representarem seus países.

A ideia do intercâmbio em planejamento é que os libaneses venham ao Brasil para residência artística e os brasileiros também façam o mesmo no Líbano.

O Lampejo planeja convidar pelo menos três artistas do Waraq para ficar vinte dias ou mais em Belo Horizonte. O objetivo é que esses profissionais tenham uma imersão social, cultural e profissional na cidade e que isso resulte um trabalho artístico com o olhar deles a respeito do cotidiano da capital mineira e brasileiro. “Pode ser um catálogo, uma exposição”, cogita João.

Divulgação

Equipe da Lampejo: foco em criação

O publicitário conta que os participantes do Waraq fazem crônicas visuais da cultura libanesa e da vida doméstica local, e fariam isso a respeito do Brasil. O plano prevê que também os profissionais do Lampejo viajem ao Líbano para experiência semelhante. João conta que gostaria de trazer os artistas árabes para a residência até o próximo Carnaval.

Mas as atividades do intercâmbio não estão ainda fechadas e podem ser modificadas dependendo das demandas da empresa ou instituição que apoiar o projeto.

Além da aproximação com a Waraq, a participação do Lampejo no 3º ING Creative Festival rendeu outros vários contatos para o estúdio, de acordo com informações de João. Ele viajou a Dubai com Costa. Os dois ouviram palestras e expuseram seus trabalhos em uma feira, na qual foram procurados para conversas por profissionais e estudantes da área.

Os publicitários mineiros foram convidados para participar do festival nos Emirados pela organização. Eles têm o portfólio em uma rede social da área chamada Behance e os seus trabalhos tiveram grande repercussão nela, com vários deles compartilhados. João acredita que o Estúdio Lampejo foi selecionado em função da sua exposição na Behance.

Um lampejo

Costa e João trabalham juntos no Estúdio Lampejo há três anos. Os dois são formados em Publicidade e Propaganda na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais. Costa também tem formação complementar em Design pelo Senai e João é ator e trabalha há vários anos como ilustrador e designer. Antes de ser um negócio conjunto, Costa levava o Lampejo adiante, inicialmente com criação de cadernos artesanais e depois como estúdio de design.

Divulgação

Breves Bandeiras: projeto independente

Hoje o Lampejo oferece soluções criativas de comunicação e de design. Ele desenvolve desde marcas para empresas, material de papelaria, cartões de visita, materiais de comunicação e promocional, embalagens, até cartazes para espetáculos, livros e revistas ou mesmo ações de comunicação não convencionais. Em função de circularem bastante na área cultural e artística, o estúdio faz muitos trabalhos para o meio, como para editoras e espetáculos.

Além dos trabalhos voltados ao mercado, o estúdio tem como proposta desenvolver projetos artísticos totalmente independentes e autorais. O primeiro deles está em andamento, com a coleção Breves Bandeiras. Costa e João criaram bandeiras seguindo as regras de criação das bandeiras oficiais, mas com uma proposta diferente e provocativa.

Os temas das bandeiras são variados e voltados, por exemplos, a estados efêmeros e estados de espírito. Elas ficarão expostas a partir da próxima segunda-feira (26) no café co-working Guaja, na capital mineira, e depois de sete dias irão para leilão virtual. Os publicitários querem levar adiante esses tipos de projetos artísticos paralelamente aos trabalhos comerciais. 

Contato:

Estúdio Lampejo
Telefone: +55 (31) 2555-9968
Site: www.estudiolampejo.com.br

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form