logo_anba_pt logo_camera_pt
30/06/2017 - 16:00hs
Compartilhe:

Refugiados promovem festa junina em São Paulo

Evento da ONG Adus e da Fundação Ema Klabin ocorre amanhã (01) e terá comidas árabe, africana e colombiana junto com pratos típicos do festejo brasileiro. Também haverá venda de produtos étnicos.



São Paulo – Uma festa junina para integrar refugiados e brasileiros. Essa é a proposta do ‘Arraiá Étnico’, evento organizado pela ONG Adus (Instituto de Reintegração do Refugiado) e pela Fundação Ema Klabin. A festa ocorre amanhã (01) na sede da fundação, na capital paulista.

O evento terá comidas árabe, africana e colombiana, além de pratos típicos dos festejos juninos no Brasil, como tapioca, arroz doce e canjica. O público também poderá adquirir objetos de arte e produtos étnicos dos países de origem dos refugiados.

Quem comparecer poderá comprar itens como perfumes sírios e turbantes africanos, além de se divertir com brincadeiras como o correio elegante. O forró será a trilha musical do evento e, no final da tarde, uma grande quadrilha irá juntar brasileiros e estrangeiros no caminho da roça.

O Adus foi fundado em 2010 com o objetivo de ajudar os refugiados e outros estrangeiros vítimas de migração forçada na cidade de São Paulo. A ONG oferece serviços de apoio como aulas de português, cursos de qualificação profissional, apoio psicológico, inserção no mercado de trabalho, instrução e preparação em empreendedorismo e ações culturais.

Em 2016, o Brasil concedeu refúgio a 9.552 pessoas de 82 nacionalidades. Desde total, 326 pessoas eram sírias. Outros refugiados árabes que também receberam asilo no País no último ano foram os palestinos (57 pessoas), iraquianos (18) e libaneses (10).

Serviço
Arraiá Étnico
Dia 01 de julho das 12h às 17h
Local: Fundação Ema Klabin - Rua Portugal, nº 43 - Jardim Europa - São Paulo
Entrada gratuita

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form