logo_anba_pt logo_camera_pt
07/07/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Catar facilita visto de turista para brasileiros

Viajantes do Brasil em visita ao país árabe poderão obter o visto no aeroporto de Doha. Tempo de permanência permitido é de um mês. Nova regra já está em vigor.



São Paulo – O Catar mudou a regra de vistos para os brasileiros. Desde o dia 21 do mês passado, viajantes do Brasil que queiram ir ao país árabe como turistas podem obter o visto de entrada diretamente no Aeroporto Internacional Hamad, em Doha. Pela norma anterior, era preciso solicitar a permissão antes da viagem.

O Brasil faz parte de uma lista de 37 países para os quais o Catar mudou as regras para a concessão do visto de turista. Na lista estão ainda outros países latino-americanos, como Argentina, Chile, Colômbia, Venezuela e México.

Mohammed Ahmed Hassan Alhayki, embaixador do Catar em Brasília, conta que já vinha discutindo com o Itamaraty sobre a possibilidade de mudança de regras nos vistos para brasileiros. No entanto, a expansão da infraestrutura turística de seu país, impulsionada pela realização da Copa do Mundo da Fifa de 2022, fez com que o governo catari decidisse por uma abertura maior a turistas de diferentes países.

“Temos uma grande infraestrutura turística, com hotéis, quartos privados, bazares, praias, etc. É hora de avançar [no turismo]”, afirmou Alhayki. O visto de turista obtido no aeroporto é válido por um mês. “Muitos turistas vêm para ficar de alguns dias a duas semanas. Achamos que o período de um mês era suficiente”, afirma o diplomata. Para aqueles que precisarem ficar mais tempo no país árabe, é possível tirar o visto por meio da embaixada no Brasil ou solicitar a extensão já no Catar antes do vencimento do visto atual.

Para tirar o visto no aeroporto da capital catari é preciso ter um passaporte válido por, no mínimo, seis meses; passagem de ida e volta ou com continuação da viagem para outro destino; reserva de hotel e recursos equivalentes a US$ 1,5 mil ou cartões de crédito. É necessário ainda o pagamento de uma taxa de 100 riais (moeda catari), o equivalente a cerca de R$ 90.

De acordo com o embaixador, a mudança das regras de visto a uma variedade de países não está relacionada à crise política pela qual passa a nação com alguns de seus vizinhos. Desde o dia 05 de junho, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito cortaram relações diplomáticas com o Catar. “Passamos por tempos difíceis, mas a mudança não tem a ver com isso. Queremos encorajar as pessoas a visitarem o Catar”, ressalta.

Para os brasileiros, a crise catari tem refletido no tempo de chegada dos voos de Doha a São Paulo. Segundo o diplomata, com o fechamento do espaço aéreo de alguns de seus vizinhos, os voos da Qatar Airways têm chegado à capital paulista com duas horas de atraso em relação ao tempo normal de voo.

Estes contratempos, no entanto, não desestimulam a companhia aérea do país árabe a investir no Brasil. Alhayki lembra que, a partir de fevereiro de 2018, a Qatar Airways terá voos diários também para o Rio de Janeiro, que passarão ainda pela capital do Chile, Santiago.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form