logo_anba_pt logo_camera_pt
13/07/2017 - 15:50hs
Compartilhe:

Varejo no Golfo terá crescimento contínuo

Relatório do banco de investimentos Alpen Capital prevê crescimento médio de 4,6% ano ano até a movimentação do setor chegar a US$ 313 bilhões em 2021.



São Paulo – O setor de varejista nos países do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC) poderá movimentar US$ 313,2 bilhões em 2021. O GCC é um bloco formado pela Arábia Saudita, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Omã, Kuwait e Catar. As informações são do relatório do banco de investimentos Alpen Capital e foram divulgadas nesta quinta-feira (13) pelo site da revista Arabian Business, de Dubai.

Segundo o banco, o crescimento em 2017 será lento, mas deverá haver uma boa recuperação em 2018 e um crescimento estável até 2021, impulsionado pelo aumento da população, a chegada de mais turistas estrangeiros e o avanço da renda per capita.

O Alpen Capital prevê que, desde 2016 e até 2021, as vendas de produtos não alimentícios irão aumentar 5,3% ao ano. O crescimento, afirma o relatório, será liderado pelo consumo de jovens e expatriados, público que busca por produtos inovadores e que estejam na moda.

Enquanto isso, as vendas de alimentos no varejo deverão crescer a uma taxa de 3,5% ao ano, graças a uma base maior de consumidores e uma alta demanda por alimentos saudáveis.

No total, a perspectiva anual média de crescimento do varejo é de 4,6%. O banco prevê que Arábia Saudita e o Bahrein serão os países com o crescimento mais rápido nas vendas no setor de varejo.

“Uma demografia favorável, alta renda per capita e uma indústria do turismo ativa têm atraído renomadas marcas do varejo internacional para o GCC. Mudanças nas preferências dos consumidores e a proliferação de serviços digitais irão mudar ainda mais o cenário do varejo na região”, destaca o relatório.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form