logo_anba_pt logo_camera_pt
20/07/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Arábia Saudita é foco do mercado de beleza do Brasil

País do Golfo foi escolhido como novo mercado-alvo para as empresas brasileiras do setor de beleza. Objetivo é aumentar exportações de insumos. Em 2016, vendas destes itens somaram 4% dos embarques para lá.



São Paulo – A Arábia Saudita é o novo foco para o setor de beleza brasileiro. O país do Golfo entrou como um dos mercados-alvo na renovação do convênio entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) para as ações do Projeto Beautycare Brazil, que promove as vendas externas do ramo.

“Nós atendemos não só as indústrias de produtos acabados, mas também a cadeia produtiva, que inclui ingredientes, embalagens, serviços de laboratórios, acessórios e equipamentos de beleza. Considerando estas verticais, o mercado saudita é mais interessante para a indústria de ingredientes”, explica Gueisa Silvério, gerente do Beautycare Brazil.

Nos últimos anos, os Emirados Árabes Unidos vinham sendo o mercado-alvo do projeto na região do Golfo, mas um estudo feito em parceria entre a Apex-Brasil e a Abihpec mostrou que a Arábia Saudita apresentava um potencial considerável de crescimento para a indústria de insumos de beleza.

No ano passado, por exemplo, o Brasil exportou o equivalente a US$ 1,2 milhão em itens de beleza para a Arábia Saudita, dos quais apenas 4% foram de ingredientes para a fabricação de produtos acabados. “Por isso que dá para crescer”, avalia Silvério.

Para atingir o mercado saudita, no entanto, a estratégia do setor continuará sendo a participação na feira Beautyworld Middle East, que ocorre anualmente em Dubai, nos Emirados, no mês de maio.

“Todos os expositores da feira Beautyworld Middle East são alvo para a indústria de ingredientes porque eles são fabricantes”, destaca Silvério. “A Beautyworld pode nos fazer ampliar as exportações de ingredientes para aquela região”, aponta.

Em maio deste ano, o Beautycare Brazil teve 42 empresas participando da feira em Dubai. Como resultado foram fechados US$ 6,1 milhões em negócios durante a feira e os expositores saíram com uma expectativa de novos negócios de US$ 20,1 milhões para os próximos 12 meses.

Para o próximo ano, Silvério conta que já está formada uma parceria entre a Abihpec, o escritório da Apex-Brasil em Dubai, a Câmara de Comércio Árabe Brasileira e a embaixada do Brasil em Abu Dhabi “para ampliar a visibilidade e a promoção da imagem das empresas brasileiras” durate a Beautyworld. As ações que serão realizadas na próxima edição da feira começarão a ser definidas no final deste ano.

Além da Arábia Saudita, o convênio para a promoção dos produtos do segmento de beleza inclui ainda como mercados-alvo os Estados Unidos, México, Argentina, Peru, África do Sul, Alemanha, Reino Unido, França, Turquia, Índia e Coreia do Sul. O convênio entre as entidades tem duração de dois anos.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form