logo_anba_pt logo_camera_pt
21/07/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Destinos árabes movimentam agência do Rio

Fundada por filha de sírios, a Arab Tour é especializada em viagens exóticas e pacotes ao Oriente Médio. Tunísia, Emirados e Omã estão entre países árabes preferidos por turistas brasileiros, segundo empresária.



São Paulo – A agência de turismo Arab Tour, do Rio de Janeiro, nasceu com a proposta de oferecer pacotes para os países árabes e, depois de nove anos de funcionamento, são eles que respondem por 90% dos negócios. Fundada e levada adiante por uma filha de sírios, Mônica Brahim Sprung, a empresa se especializou em destinos exóticos e em Oriente Médio. Ela também recebe estrangeiros em visita ao Brasil, entre eles muitos árabes.

Ministério do Turismo de Omã

Omã é destino exótico para turistas brasileiros

A Arab Tour oferece desde viagens individuais, com pacotes que podem ser comprados já prontos ou adequados ao gosto do turista, até opções em grupo, para pessoas físicas ou empresas. Para todos os perfis, há roteiros no Brasil e no mundo, com todo tipo de destino, do Rio de Janeiro a Foz do Iguaçu, da Europa ao Japão. No mundo árabe é possível visitar pela agência Egito, Marrocos, Tunísia, Emirados Árabes Unidos, Jordânia, Catar e Omã.

Mônica conta que os brasileiros gostam muito da Tunísia. “Há um acampamento (no deserto) fantástico, as pessoas se sentem vivendo na época dos beduínos”, diz a empresária, sobre uma das atividades oferecidas aos turistas no país africano. Ela conta que Emirados também estão em alta. “As pessoas gostam de entender como no meio do deserto se desenvolveu aquela bela cidade”, diz. Omã também atrai muito os brasileiros, pelo exotismo, a decoração, os hotéis e a cultura local.

A empresária relata que a agência atende todo tipo de público, desde pessoas que juntam seu dinheirinho e fazem poupança para a viagem dos sonhos até o público da classe alta. Neste último caso, algumas pessoas solicitam guia turístico particular, só para elas, e desde o receptivo até os hotéis contratados são VIPs. Pacotes assim para um país árabe podem contar com mimos personalizados, como uma caixa de tâmaras no quarto do hotel ou colar folheado em ouro com o nome escrito em árabe.

Também no Brasil, a Arab Tour costuma oferecer o receptivo turístico a árabes, entre eles pessoas da alta renda. Mônica conta que recebe muitos russos, árabes e norte-americanos para turismo no Brasil. Nas Olimpíadas, a agência recebeu e acompanhou a equipe da televisão Al-Jazeera, do Catar. Entre os serviços da agência está o fornecimento de automóveis para transporte de estrangeiros a lazer ou negócios. O carro pode ser blindado e o motorista bilíngue.

“Não há dinheiro que pague a formação, a cultura, a bagagem que carrego comigo”, afirma Mônica, sobre a experiência dela no mundo árabe e o que isso agrega à Arab Tour. Além de ter vivido boa parte da infância e adolescência na Síria, a empresária também morou na Inglaterra, em Portugal e no Marrocos. Ela conhece 63 países e fala português, inglês, árabe, francês e um pouco de russo.

Empreendedora

Mônica Brahim fundou a Arab Tour em 2009 depois de ter trabalhado na CVC, uma das grandes empresas de turismo do Brasil, e após ter feito vários cursos na área, como de guia de turismo, administração hoteleira e guia internacional. Ela também teve experiência em um hotel da sua família em Dreikiche, na Síria.

Divulgação

Mônica Brahim: vivência no mundo árabe

A empresária é filha de um imigrante sírio. O pai de Mônica, Ismail Ali Brahim, veio para o Rio de Janeiro ainda adolescente e logo se interessou pelo comércio. A família tinha um restaurante na capital fluminense, mas Brahim resolveu virar comerciante. Depois de casar com uma também imigrante síria e ter quatro filhos, entre eles Mônica, o sírio achou que seria bom para as crianças estudarem na Síria.

Em 1975, então com cerca de 10 anos, a empresária viveu na Síria, em uma aldeia próxima a Tartus, onde aprendeu o idioma e a cultura local. O retorno ocorreu apenas em 1987 e os últimos tempos da moça e seus irmãos foram no hotel que a família abriu em Dreikiche. Hoje ele está fechado, aguardando o final da guerra da Síria para reforma interna e reabertura.

Mônica conta que Dreikiche é uma cidade hidromineral turística. “Daí veio a paixão pelo turismo”, conta a empresária sobre o tempo no hotel. De volta ao Brasil, Mônica trabalhou algum tempo nas lojas da família, onde aprendeu bastante sobre o trato com os clientes, e depois resolveu investir em uma carreira na área turística. "Com o mundo árabe tenho uma forte ligação cultural e os laços familiares, o mundo árabe está na minha vida profissional pois aprendi muito com meus pais a desenvoltura na área comercial", diz. Casada com um advogado, hoje ela cuida dos negócios da Arab Tour.


Contato:
Arab Tour
Site: www.arabtour.com.br
Telefone: +55 (21) 22388102
Email: contato@arabtour.com.br ou contato.arabtour@gmail.com

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form