logo_anba_pt logo_camera_pt
11/08/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Motores Mercedes do Brasil chegarão ao Oriente Médio

Filial brasileira da marca alemã será responsável por fornecer propulsores que equiparão caminhões vendidos a países da África e Oriente Médio. Arábia Saudita e Argélia são alguns dos destinos.



Divulgação

Motores sairão da fábrica de São Bernardo do Campo para a Alemanha, onde equiparão os caminhões Actros, Arocs e Zetros

São Paulo – A fábrica da Mercedes-Benz do Brasil em São Bernardo do Campo (SP) será a responsável pelo fornecimento dos motores que equiparão os caminhões comercializados pela marca em países da África e do Oriente Médio. O contrato de longo prazo tem início agora em agosto. O volume não foi revelado.

Segundo a assessoria de imprensa da companhia, Arábia Saudita e Argélia são alguns dos países que receberão os caminhões rodoviários Actros e os fora de estrada Arocs e Zetros com propulsores fabricados no Brasil. Os motores da família OM 460, com tecnologia de emissões Euro 3, serão enviados da fábrica do ABC Paulista para Wörth, na Alemanha, onde será feita a montagem dos veículos.

Em nota, Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO da operação na América Latina, explicou que a unidade brasileira foi a escolhida por ser referência em custo, qualidade e confiabilidade. Mas outro fator contribuiu:

“[A Mercedes-Benz do Brasil] tem tradição na produção de motores robustos, resistentes e adequados para as mais severas condições de transporte de cargas, similares às características da região da África e Oriente Médio”, afirmou o executivo no comunicado.

Durante seu desenvolvimento, os motores foram testados nos campos de provas do Grupo Daimler, dono da marca Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo e em Stuttgart, na Alemanha, bem como em estradas brasileiras, alemãs e do Oriente Médio.

Além dos motores, a subsidiária brasileira da Mercedes-Benz fechou recentemente um contrato de exportação de 14 caminhões médios para os Emirados Árabes Unidos. A operação do Brasil é responsável por abastecer caminhões médios para o Norte da África e o Oriente Médio desde o fim de 2015.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form