logo_anba_pt logo_camera_pt
22/08/2017 - 07:00hs
Compartilhe:

Joias com pedras do Saara estão expostas em Minas

Mais de 500 peças, como colares, brincos, anéis e pulseiras, podem ser vistos em Ouro Preto, em galeria da Fiemg e na Mina Du Veloso. Elas foram feitas por alunos de escola criada com cooperação brasileira na Argélia.



São Paulo – Mais de 500 joias argelinas feitas com pedras do Deserto do Saara estão em exposição na galeria da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e na Mina Du Veloso, ambas na cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais.

Divulgação

Peças em exposição podem ser compradas

As joias foram produzidas por alunos de uma escola de joalheria criada na cidade de Tamanrasset, na Argélia, com a colaboração da Associação Brasileira de Gemas e Joias (Abragem) e da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

De acordo com o presidente da Abragem, Harilton Vasconcelos, as peças foram feitas com prata argelina e pedras do Deserto do Saara. Algumas também levam madeira de ébano da África. São colares, pulseiras, anéis, brincos, entre outros itens.

“Todas foram produzidas pelos alunos argelinos do projeto, sendo a maioria tuaregues de Tamanrasset, deserto ao Sul da Argélia”, conta Vasconcelos. Também há na mostra marcadores de livros, roupas típicas argelinas e quadros feitos com areia do deserto.

A exposição das peças faz parte das ações de uma missão argelina ao Brasil, na qual os estudantes da escola estão complementando sua formação em joalheria no Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), também em Ouro Preto.

Divulgação

Trabalho de alunos de escola de Tamanrasset

A mostra da Fiemg teve inauguração oficial em 17 de agosto. Podem ser vistas no local cerca de 50 peças, com possibilidade de reserva e aquisição ao final da exposição. Na Mina Du Veloso a mostra foi aberta no último domingo (19) e nela as peças estão em maior número, disponíveis para comercialização na hora. Ambas vão até o próximo sábado (26).

As joias em exposição são resultado de um trabalho de cooperação de longa data entre o Brasil e o governo argelino. As primeiras trocas de experiência na área foram em 2007, com os argelinos conhecendo o trabalho brasileiro em joalheria e posteriormente os brasileiros indo para a Argélia para treinamento e implantação da escola.

Os cursos começaram a ser oferecidos na Argélia efetivamente em 2015 e até o momento formaram 80 alunos. A escola fica na Casa do Artesanato em Tamanrasset e ensina as várias etapas da fabricação de joalheria, desde lapidação e fundição até design. A parceria para a execução do projeto na Argélia é da Câmara de Artesanato e Ofícios de Tamanrasset (CAM).

Divulgação

Roupas tradicionais integram exposição

A capacitação dos argelinos em Minas acontece até o final desta semana. De acordo com Vasconcelos, a experiência está sendo muito proveitosa. “No IFMG, que acolheu o projeto, é um entusiasmo só. É bonito de ser ver, todos os alunos com os professores brasileiros trabalhando em sala de aula. Dedicação e alegria”, relata o presidente da Abragem.

Vasconcelos conta que os argelinos estão apaixonados pelo Brasil e que o carinho e a recepção com os quais a delegação foi recebida enriqueceu muito a cooperação. “Ouro Preto é um lugar iluminado pela natureza, a beleza é encantadora, uma fotografia para todos os lados que se olha”, afirmou ele à ANBA.

O presidente da Abragem conta que os coordenadores da delegação tiveram a oportunidade de conhecer a fábrica de joias Manoel Bernardes, em Belo Horizonte, em uma ação organizada pela Fiemg e Sindijoias/Alomig, sindicato e associação do setor de joias de Minas Gerais.

Vasconcelos destaca também para a realização do projeto a parceria da ABC - que é uma agência Itamaraty -, do Ministério do Trabalho e Artesanato da Argélia (MTA), da CAM, da Embaixada do Brasil na Argélia e da embaixada da Argélia no Brasil.

A visitação das exposições é aberta a toda a comunidade e gratuita. A galeria onde as peças estão expostas na Fiemg faz parte do Centro Cultural e Turístico que a entidade mantém em Ouro Preto, uma das cidades turísticas mais importantes do estado.

Serviço

Exposição de Joias Argelinas
De 17 a 26 de agosto de 2017
Das 9h às 18h
Fiemg: Galeria B, Praça Tiradentes, 04 – Centro – Ouro Preto - MG
Mina Du Veloso: Rua Platina, 34 – Veloso – Ouro Preto – MG
Entrada: gratuita

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form