logo_anba_pt logo_camera_pt
03/10/2017 - 14:22hs
Compartilhe:

CVC tem pacotes para diáspora ir ao Líbano

Operadora e agência de turismo passou a oferecer viagens para libaneses e descendentes visitarem país de origem. Há opção de conhecer cidade ou vila da família.



São Paulo – A CVC, a maior operadora de turismo do Brasil, lançou pacotes para o Líbano voltados a libaneses e descendentes que moram em cidades brasileiras. A empresa vende desde o mês passado três opções de viagens ao país, com atendimento de guia em português e com estadia a partir de seis dias, além de tempo para conhecer as origens.

CVC/Divulgação

Beirute: população curte noites na rua

De acordo com informações do gerente sênior de Produtos – Europa, Ásia, África e Oceania da CVC, Marcelo Patelli, a operadora já oferecia pacotes para o Líbano, mas não eram específicos para o público de descendentes. Eram viagens soltas, feitas de acordo com a demanda, com atendimento no país em inglês ou espanhol. Agora passa a existir o atendimento em português especificamente para os clientes que viajam desde o Brasil pela CVC.

Um dos pacotes oferecidos será básico, de seis dias, com data de saída e retorno definidas, um city tour agendado em Beirute, com opção de o turista escolher quais demais passeios fará e em qual dia. “Dá flexibilidade para conhecer o Líbano à sua maneira”, afirma Patelli.

Em uma outra opção, também de seis dias, a agenda de passeios já fica toda definida. Entre os locais propostos pelo pacote estão Beirute, a capital libanesa, Jeita, um complexo de cavernas habitadas nas pré-história, Tripoli, a segunda cidade mais populosa do Líbano, fundada por fenícios, Byblos, considerada a cidade mais antiga do mundo, Baalbek, onde ficam ruínas do Império Romano, e Ksara, região famosa pela produção de vinho.

CVC/Divulgação

Grutas de Jeita encantam turistas

Em uma terceira alternativa o turista pode fazer o pacote completo, com a programação pronta, e ter mais três dias para conhecer o local de origem da família. Nesse último caso, o cliente deve procurar uma loja da operadora CVC e indicar qual é sua cidade ou vila para que a agência providencie a viagem e a visita ao local.

O lançamento dos pacotes ao Líbano ocorreu depois que a CVC participou, por meio de Patelli, de um encontro da diáspora libanesa, em maio deste ano, no Líbano. A operadora foi convidada pelo governo local para estar no encontro e para formular o projeto de viagens do Brasil. “Estamos muito felizes que o governo do Líbano nos contatou, ele é o nosso grande parceiro nesse projeto”, disse Patelli à ANBA.

Já na ocasião, o gerente visitou lugares turísticos e começou a desenhar o pacote. O trabalho foi complementado com a visita de uma especialista, que cuidou dos detalhes técnicos do roteiro. Patelli lembra que o Líbano tem milhões de descendentes no Brasil e que essa comunidade não conhece muito o país árabe. Além disso, ele conta que o governo está estimulando a diáspora a requerer cidadania.

CVC/Divulgação

Baalbek: lugares históricos são atração

O gerente sênior se diz maravilhado pelo Líbano e descreve o país como moderno e fascinante, com uma Beirute linda. “As pessoas são muito conectadas com o nosso jeito de ser, a comida é maravilhosa”, afirmou Patelli. Segundo ele, as palavras diversidade e tolerância definem bem o Líbano, onde mesquitas ficam ao lado de catedrais. Ele lembra que em Beirute, as pessoas ficam na rua, curtindo a vida. “Por isso é a Paris do Oriente Médio”, diz.

O gerente afirma que o roteiro oferecido no pacote é histórico, mas não é um histórico convencional, apenas com museus. “A história do Líbano é muito rica, o pais é muito belo”, disse. Visitar Byblos, por exemplo, significa se deparar com um sítio arqueológico, mas também passar por um souk, mercado tradicional, e ter a possibilidade de contemplar o pôr-do-sol em um Anfiteatro Romano. As belas paisagens complementam a história, segundo ele.

O atendimento aos brasileiros nas viagens ocorre para grupos a partir de duas pessoas. Há várias opções de companhias aéreas para o deslocamento, desde europeias, até as africanas, as do Oriente Médio e outras. Elas devem ser escolhidas pelo passageiro segundo a que melhor se encaixe nas suas necessidades e na cidade de origem da viagem. Há opção de usar companhias aéreas europeias e fazer uma parada na Europa.

A viagem de seis dias e cinco noites, com visita a seis cidades e saída em março do ano que vem, custa a partir de R$ 2.612, valor que pode ser parcelado em dez vezes sem juros. O pacote inclui transporte do aeroporto ao hotel, transporte terrestre pelas cidades do roteiro, café da manhã e serviço de guia em português. Não faz parte a passagem aérea.

Serviço

Pacotes para o Líbano
CVC – nas lojas ou pelo site
https://www.cvc.com.br/

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form