logo_anba_pt logo_camera_pt
05/10/2017 - 12:34hs
Compartilhe:

Saudi Aramco prepara oferta de ações para 2018

Companhia de petróleo da Arábia Saudita deve abrir capital no segundo semestre do ano que vem, segundo executivo da empresa. Listagem será feita em bolsa saudita e no exterior.



São Paulo – A companhia saudita de petróleo Saudi Aramco fará sua oferta pública inicial (IPO) no segundo semestre do ano que vem, de acordo com afirmação feita pelo ministro saudita da Energia, Indústria e Recursos Minerais, Khalid Al-Falih, nesta quinta-feira (5), na Rússia. Falih também é presidente da Saudi Aramco.

Autoridades sauditas estão na Rússia para assinar uma série de acordos e participaram de um fórum do setor de energia em Moscou, capital do país, de acordo com notícia publicada no site Gulf Business. "O trabalho está em curso para listar a Saudi Aramco em 2018", disse também o presidente-executivo da companhia, Amin Nasser.

De acordo com o ministro Falih, a  entrada da Saudi Aramco no mercado de ações será um catalisador para a abertura da economia saudita. O plano é fazer uma oferta pública de 5% do capital da empresa, como parte do plano Visão 2030 do governo, que tem como meta uma reforma abrangente para diversificar a economia local.

Parte do dinheiro conseguido com a abertura de capital deverá ser usado para desenvolver outros setores e indústrias no país árabe. A listagem está planejada para ser feita na bolsa saudita e em uma outra no exterior a ser definida. As principais concorrentes são as bolsas de Nova York, de Londres e de Hong Kong, segundo o Gulf Business. 

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz Al Saud, também está na Rússia para uma visita de estado. Vários acordos de investimentos serão assinados, além de finalizada a criação de um fundo de US$ 1 bilhão para investir em projetos de energia, em uma iniciativa conjunta dos dois maiores produtores de petróleo do mundo. A Saudi Aramco e a empresa russa de petróleo Litasco assinaram memorando de entendimentos.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou nesta quinta-feira algumas projeções para a economia saudita e informou que o país pode ter aumento de US$ 90 bilhões no orçamento em 2020 com a implementação de novos impostos, reforma planejada de subsídios e preços de combustíveis. A economia saudita se contraiu por dois trimestres seguidos, no primeiro e no segundo deste ano, em função dos preços baixos do petróleo. O FMI espera que o PIB da Arábia Saudita se expanda 0,1% este ano e 1,1% em 2018, enquanto o setor não-petrólífero deverá crescer 1,7% e 1,3%, respectivamente.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form