logo_anba_pt logo_camera_pt
27/11/2017 - 12:01hs
Compartilhe:

Empresas trabalham para abrir mercado durante Big 5

Cinco companhias brasileiras participam de feira de construção em Dubai em estande organizado pela Câmara Árabe. PPA fez contatos promissores para entrar nos países árabes e Tigre busca vender em novos mercados na região.



São Paulo – As empresas brasileiras que participam da Big 5, feira do setor de construção que começou neste domingo (26) em Dubai, nos Emirados Árabe Unidos, estão fazendo contatos promissores para a realização de negócios no mercado árabe. A Câmara de Comércio Árabe Brasileira tem um estande na mostra, no qual cinco empresas associadas estão representadas.

Rafael Solimeo/Câmara Árabe

Cinco empresas participam da Big 5

A PPA, fabricante de automatizadores (motores) de portões, fez da feira uma aposta para entrar nos países árabes. A indústria exporta para Estados Unidos, países da América do Sul e América Central, mas ainda não está no mercado do Oriente Médio e Norte da África. “Estamos na Big 5 para começar o comércio com os países árabes”, disse por telefone à ANBA o responsável pela exportação da empresa, Flávio Sellani, que se encontra em Dubai.

A Big 5 está no seu segundo dia e Sellani afirma que a feira está sendo muito boa para a PPA. A empresa fez contatos com importadores da Arábia Saudita, Jordânia, Egito, Omã e Emirados, além de outros países não árabes, como Paquistão e Austrália. De acordo com Sellani, os visitantes gostaram do preço e do design do produto da PPA.

Sellani acredita que ocorrerão negócios no futuro, já que os importadores demonstraram bastante interesse nos produtos da empresa. Na visão do executivo, a região está em pleno desenvolvimento e isso favorece a PPA. “A construção civil está muito ligada ao nosso produto”, afirma.

Câmara Árabe

Árabes procuram o espaço brasileiro

Outra indústria brasileira presente na Big 5 com a Câmara Árabe é a Tigre, famosa produtora de tubos, conexões e materiais hidráulicos do Brasil. A companhia tem presença forte e de longa data na Argélia, país árabe do Norte da África, mas não exporta para os demais países árabes. A participação na Big 5 foi um investimento para a entrada no Oriente Médio.

O gerente de vendas internacionais da Tigre, Marcelo Minucci, lembra que a empresa tem um portfólio muito amplo e qualidade altíssima de produtos. “Achamos que era uma boa oportunidade para mostrar o produto”, disse Minucci à ANBA sobre a feira. Os produtos da empresa mais procurados na mostra são os de drenagem, como calhas de piso, complementos sanitários como sifão e engate flexível, e a linha de torneiras plásticas.

Minucci expôs os itens no estande e eles estão chamando a atenção dos visitantes da Big 5, e o gerente está repassando aos importadores também informações sobre a empresa, para que eles a conheçam, saibam do seu tamanho e para que ali se inicie uma relação de confiança. No Brasil e na Argélia, a Tigre é amplamente conhecida. Os contatos feitos pela Tigre na feira são principalmente com importadores do Líbano, Arábia Saudita, Kuwait e Omã.

Câmara Árabe

Gaúchos em estande da Câmara Árabe

Mais do Brasil

Além das empresas expositoras, a Big 5 também registrou a presença de outros brasileiros. Um grupo de 36 arquitetos e engenheiros das cidades gaúchas Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa visitou a feira nesta segunda-feira e passou pelo estande da Câmara Árabe.

O engenheiro Rafael De Toni, dono da empresa de construção De Toni, conta que a viagem foi organizada pelos próprios profissionais. De acordo com ele, o grupo está em Dubai para conhecer as últimas tendências de mercado. “O mundo se espelha nas obras de Dubai”, afirmou Toni à ANBA, entusiasmado com a tecnologia e novos materiais vistos até agora. Além de visitar a Big 5, o grupo vai conhecer uma obra em Dubai.

Setor movimentado

O executivo de Negócios da Câmara Árabe, Rafael Solimeo, está na Big 5 e conta que a região tem grandes projetos de obras e eventos, que movimentam o setor de construção. Ele relata que esses grandes projetos motivaram a participação das empresas brasileiras. “Os Emirados são um grande canteiro de obras, a Arábia Saudita está apostando numa futura zona franca, e todas essas oportunidades estão trazendo os brasileiros para cá”, disse Solimeo para a ANBA.

O executivo destaca ainda o nível das empresas brasileiras que participam da Big 5. “Estamos muito felizes em poder participar desta edição da feira com grandes empresas brasileiras, empresas que têm nome e nas quais o brasileiro confia”, disse ele, destacando que elas são de diferentes segmentos da construção.

Além da Tigre e da PPA, participam da feira como expositoras a Deca, fabricante de louças e materiais sanitários, a Angelgress, de cerâmicas, e a Scanmetal, de equipamentos para obras. A Big 5 segue até a quarta-feira (29).

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form