logo_anba_pt logo_camera_pt
19/12/2017 - 16:22hs
Compartilhe:

Sial pode render US$ 20 milhões para brasileiros

Esta é a expectativa de negócios das empresas que expuseram no pavilhão do Brasil na feira da indústria alimentícia realizada na semana passada em Abu Dhabi.



São Paulo – O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou na noite desta segunda-feira (18) que a participação brasileira na Sial Oriente Médio rendeu perspectivas de negócios no valor de US$ 20 milhões para os próximos 12 meses. A feira da indústria alimentícia ocorreu na semana passada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

O pavilhão brasileiro foi organizado pelo Mapa e pelo Itamaraty, com apoio da Câmara de Comércio Árabe Brasileira e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Participaram empresas fornecedores de alimentos e bebidas.

WAM

Mostra nos Emirados recebeu 22 mil visitantes

No final da semana passada, a organização da Sial anunciou que a estimativa de negócios realizados durante a feira é de quase US$ 900 milhões. A feira teve cerca de 22 mil visitantes e 900 expositores de diferentes países, segundo a Emirates News Agency (WAM).

Paralelamente à Sial, o Mapa organizou uma missão de empresas brasileiras do agronegócio interessadas em captar recursos para projetos no Brasil. A delegação teve reuniões com companhias e fundos dos Emirados.

Um destes fundos, segundo o Mapa, anunciou que negocia com empresa brasileira um investimento de US$ 50 milhões a US$ 300 milhões no setor de carnes. De acordo com o Diretor Internacional do Agronegócio do Mapa, Evaldo da Silva Júnior, além das carnes, investidores dos Emirados manifestaram interesse nos segmentos de frutas, grãos, alimentos processados e outros.

O ministério informou que foram realizadas reuniões com as empresas e instituições United Foods Company, Abraaj Group, Ata Invest, Al Gurair Food, National Food Products Company, Emirates Poultry, Arabian Beverage Company, My Dubai Water, Al Mal Capital, State General Reserve Fund of Oman, Emke Lulu Group, Abu Dhabi Investment Council, S.S. Lootha Group, Food Security Center Abu Dhabi e com a holding Mubadala.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form