logo_anba_pt logo_camera_pt
24/01/2018 - 20:00hs
Compartilhe:

Exportações do setor mineral crescem 27%

Ministério de Minas e Energia divulgou que vendas externas do setor somaram US$ 46,4 bilhões e importações totalizaram US$ 23 bilhões no ano passado, o que resultou num saldo de US$ 23,4 bilhões, o maior em cinco anos.



São Paulo – As exportações do setor mineral somaram US$ 46,4 bilhões no ano passado, ou 21,3% do total dos embarques brasileiros em 2017, informou o Ministério de Minas e Energia (MME) em comunicado divulgado nesta quarta-feira (24). Os dados englobam todo o setor, que abrange a indústria extrativa, exceto petróleo e gás, e a indústria da transformação mineral (siderurgia, fundições, cimentos, cerâmicas, vidro e outras).

Em 2016, as vendas externas do setor somaram US$ 36,6 bilhões. O avanço no ano passado, portanto, foi de 26,7%.

As importações em 2017 somaram US$ 23 bilhões, uma alta de 24% em relação ao ano anterior. Com isso, a balança comercial do setor mineral fechou o ano com superávit de US$ 23,4 bilhões, valor 30% superior ao registrado em 2016 e o maior em cinco anos.

Segundo o MME, o crescimento dos embarques e a recuperação dos preços do minério de ferro contribuíram para esse avanço no saldo positivo.

A mineração foi responsável por 51,7% das exportações do setor, com US$ 24 bilhões. O principal item dessa pauta é o minério de ferro, com 80% dos embarques da mineração e 8,8% do total das exportações brasileiras. No ano passado, as vendas externas do produto subiram 2,5%, para 383,5 milhões de toneladas.

Para os países árabes, a exportação de minério de ferro avançou 54,5% em 2017, alcançando US$ 1,14 bilhão, segundo dados compilados pela Câmara de Comércio Árabe Brasileira com base nos números do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). O produto representou 8,3% dos embarques brasileiros à região. Omã, Egito e Bahrein foram os principais compradores.

Em 2017, as importações totais da mineração somaram US$ 7,8 bilhões, uma alta de 44% em relação a 2016. Segundo o MME, o País comprou mais carvão metalúrgico e potássio no ano passado, e os preços dos produtos também sofreu uma elevação.

Enviar por E-mail:





Comentários

Seu comentário será enviado para um moderador antes de ser publicado.





imagem_form