Egito mais que dobra compra de carne bovina do Brasil

País árabe foi o terceiro maior destino da carne de gado brasileira até julho deste ano. Exportações ao mercado egípcio avançaram 144%.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – O Egito mais do que dobrou as importações de carne bovina brasileira nos sete primeiros meses deste ano. De acordo com informações divulgadas pela Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), o país árabe foi o terceiro maior mercado do produto no exterior neste ano.

No acumulado de janeiro a julho, as compras somaram 78,8 mil toneladas, com alta de 144% sobre o mesmo período de 2021. A receita gerada ficou em US$ 301,2 milhões, com crescimento de 152% em relação aos sete primeiros meses do ano passado.

No geral, a exportação brasileira de carne bovina cresceu 6,25% em julho e 20,6% no acumulado do ano em volume. No mês passado ela somou 203,7 mil toneladas, e de janeiro a julho 1,2 milhão de toneladas. A receita mensal foi de US$ 1,2 bilhão, com alta de 21,8%, e do acumulado de US$ 7,4 bilhões, com crescimento de 46,6%, acompanhando os bons preços internacionais, segundo a Abrafrigo.

Leia também: Preços da carne brasileira caem no Egito

O maior mercado da carne bovina brasileira neste ano até agora foi a China, seguida pelos Estados Unidos. Depois do Egito, na terceira posição, o quarto maior destino internacional do produto foi Hong Kong. Todos esses mercados, exceto Hong Kong, aumentaram as compras no período. O maior percentual de crescimento, no entanto, foi registrado no comércio com o Egito.

 

©Leonardo Benassatto/Anadoly Agency/AFP

Publicações relacionadas