Embarque de calçados cai e receita sobe

Exportações brasileiras somaram US$ 79 milhões em abril e US$ 338 milhões no acumulado do ano. Número de pares vendidos recuou.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – As exportações brasileiras de calçados somaram US$ 79,26 milhões em abril, um aumento de 14,8% sobre o mesmo mês do ano passado. Foram embarcados 8,33 milhões de pares, uma queda de 1,1% na mesma comparação. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (09) pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados).

No acumulado dos primeiros quatro meses de 2017, as vendas externas renderam US$ 338,27 milhões, um crescimento de 14,4% em relação ao mesmo período de 2016. Foram exportados 39,67 milhões de pares, um recuo de 1,5% na mesma comparação.

O presidente da Abicalçados, Heitor Klein, disse, segundo nota da entidade, que a redução dos volumes embarcados é resultado da valorização do real. “Quando essas exportações que estão chegando às estatísticas hoje foram negociadas o dólar estava na faixa de R$ 3,15, um valor que torna nossa competitividade muito difícil além-fronteiras”, declarou. Para ele, uma cotação entre R$ 3,50 e R$ 3,60 seria ideal.

O único país árabe a figurar na lista dos 20 principais destinos dos calçados brasileiros de janeiro a abril foram os Emirados Árabes Unidos, na 15ª posição. As vendas para lá somaram US$ 4,84 milhões, uma queda de 26,6% sobre os quatro primeiros meses de 2016. Foram embarcados 584 mil pares, um recuo de 20,3% na mesma comparação.

Publicações relacionadas