Estrangeiros têm US$ 19 bi em títulos do Egito

Após cair para US$ 11,5 bilhões no final do ano passado, investimento estrangeiro em títulos do Tesouro do Egito voltou a subir.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – Os estrangeiros tinham US$ 19,2 bilhões em títulos do Tesouro do Egito até meados de junho, segundo notícia publicada no site do jornal Al Ahram nesta sexta-feira (19) com base em informações do vice-ministro egípcio das Finanças para Política Fiscal e Reformas Institucionais, Ahmed Kouchouk.

O interesse estrangeiro nos títulos vem se recuperando desde o início deste ano, depois de fraco desempenho no ano passado. A participação estrangeira em papeis do Tesouro egípcio estava em US$ 21,2 bilhões em janeiro de 2018, foi para US$ 23,1 bilhões em março e caiu para US$ 11,5 bilhões em dezembro.

Os títulos públicos são papeis emitidos pelos governos para captação de recursos, normalmente para financiamento do déficit orçamentário ou da dívida pública. Eles podem ser comprados no mercado financeiro e uma das variáveis dos juros pagos para quem adquire um papel destes é o risco envolvido na operação.

O Egito vem implementando uma série de reformas econômicos, em um plano apoiado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), e trabalha para atrair mais capital estrangeiro. A economia local cresceu 5,6% no último ano fiscal, encerrado em junho, e o déficit orçamentário ficou em 8,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

Na foto acima, o presidente do Egito, Abdul Fatah Khalil Al-Sisi. 

Mikhail Klimentyev/Sputnik/AFP

Publicações relacionadas