Nefertiti entre os alem√£es

O busto da mulher que foi uma das mais poderosas e belas rainhas egípcias atrai turistas do mundo inteiro ao Museu Egípcio de Berlim, na Alemanha. A peça está exposta em uma galeria exclusiva.

Geovana Pagel
geovana@anba.com.br

Berlim ‚Äď Na capital alem√£, todos querem ver Nefertiti. √Č muito comum observar turistas chegando ao Museu Eg√≠pcio de Berlim, que fica dentro do Neues Museu, e passando direto pelas demais obras. Tudo para ver logo e de perto o busto da mulher que foi uma das mais poderosas e belas rainhas do Egito. Nefertiti foi a principal esposa do fara√≥ Akhenaton, que subiu ao trono no s√©culo 14 a.C.

A peça mais famosa do acervo está exposta numa galeria exclusiva, protegida por vidro blindado e um esquema de segurança semelhante ao dedicado para o quadro de Monalisa, no Museu do Louvre, em Paris. O busto tem 47 centímetros de altura, pesa cerca de 20 quilos, é de pedra calcária e está admiravelmente conservado.

O autor foi o artista Thutmose, o escultor favorito do fara√≥. A est√°tua mostra uma rainha com tra√ßos delicados, sim√©tricos e belos. O busto foi encontrado no Egito em 1912 pelas escava√ß√Ķes promovidas pela Companhia Alem√£, criada em 1898. O respons√°vel pela expedi√ß√£o foi o arque√≥logo Ludwig Borchardt.

Nefertiti, cujo nome significa "√© chegada a bela" foi imortalizada em templos e monumentos. Teve seis filhas com Akhenaton e juntos promoveram transforma√ß√Ķes culturais e religiosas no pa√≠s, como a substitui√ß√£o do culto polite√≠sta eg√≠pcio (cren√ßa em v√°rios deuses) pelo monote√≠smo (culto apenas a um deus) no Egito Antigo. Pela imposi√ß√£o do fara√≥, o rei-sol Aton, representado pelo c√≠rculo solar, deveria ser o √ļnico deus adorado.

Nefertiti e o rei tamb√©m foram retratados em cenas do cotidiano com as filhas. Um fato curioso √© que ao decorrer dos anos a imagem da rainha vai aumentando de tamanho nas representa√ß√Ķes at√© se tornar do mesmo tamanho das do fara√≥. Tudo indica que ela foi a mulher mais influente do Egito por duas d√©cadas. Alguns egipt√≥logos defendem que a hip√≥tese de que a rainha teria governado o Egito por dois anos ap√≥s a morte do marido.

Pouco se sabe sobre o destino final da rainha, que chegou a ser adorada como deusa pelo povo egípcio. Alguns historiadores acreditam que ela possa ter sido assassinada por sacerdotes defensores do politeísmo.

O Museu Eg√≠pcio de Berlim possui uma das mais importantes cole√ß√Ķes mundiais de arte do Egito Antigo, principalmente do tempo do rei Akhenaton. Al√©m do busto da rainha Nefertiti, cuja cor √© original – n√£o passou por nenhum tipo de restaura√ß√£o -, h√° outras pe√ßas not√°veis. A cole√ß√£o inclui obras-primas de diferentes √©pocas do Antigo Egito: est√°tuas e relevos, assim como pe√ßas ornamentais da arquitetura eg√≠pcia que documentam os per√≠odos de 4.000 a.C. at√© a √©poca romana.

Polêmica

Um ano após a descoberta do busto de Nefertiti, em 1913, aconteceu a negociação entre o arqueólogo alemão e as autoridades egípcias para definir quais peças ficariam com os egípcios e quais partiriam para a Alemanha. Foi aí que a polêmica em torno da obra começou e o impasse continua até hoje. O Conselho Supremo do Egito para Antiguidades defende que o arqueólogo enganou as autoridades egípcias, fazendo crer que a descoberta era uma simples estátua de uma princesa egípcia, quando já sabia ser algo valioso. Já os alemães defendem que a retirada foi legal pois contou com o aval dos egípcios.

Na verdade, a controv√©rsia em torno do busto de Nefertiti envolve toda a riqueza dos museus europeus conseguida pela apropria√ß√£o nem sempre legal das obras de arte. Os pedidos de devolu√ß√£o de pe√ßas como as frisas de Parthenon de Atenas, por exemplo, que hoje est√£o no Museu Brit√Ęnico, em Londres, tamb√©m nunca foram atendidos. Os argumentos de quem det√©m as obras v√£o desde a afirma√ß√£o de legalidade da posse at√© de que os pa√≠ses de origem n√£o teriam como guard√°-las e preserv√°-las.

Enquanto as discuss√Ķes sobre o retorno da est√°tua ao Egito continuam, o busto de Nefertiti segue hipnotizando milhares de visitantes pela beleza e delicadeza da obra.

Publica√ß√Ķes relacionadas