Cenário demanda atenção a questões aduaneiras

O executivo Vicente Santos Jr (foto acima), da Broker Comex, assina artigo sobre como o cenário de pandemia está mexendo com as atividades nos portos e aduanas e exigindo mais atenção dos exportadores e importadores à área.

Isaura Daniel
isaura.daniel@anba.com.br

Por Vicente Santos Jr*

Os cuidados com a importação e exportação de mercadorias sempre foram muito importantes para evitar problemas nos portos e aduanas. No cenário atual, de pandemia há mais de um ano, essa atenção precisou ser redobrada.

Diversos portos ficaram com as atividades paralisadas, funcionários foram afastados, documentações atrasaram e o caos se instalou. O que era para durar poucos dias se estendeu e só não foi prejudicado quem contava com uma sólida estrutura comercial, com estoque e documentação em dia.

Neste sentido, é relevante citar a importância de uma assessoria aduaneira especializada para que as transações ocorram sem grandes problemas. A burocracia, complexidade da legislação, custos de transportes e fretes, além da demora nos processos alfandegários são desafios que os empresários enfrentam todos os dias no Brasil. Em tempos de coronavírus, esses problemas se multiplicaram.

Ao mesmo tempo, dados do governo federal revelam que nunca se exportou tanto quanto nos últimos meses. A balança comercial bateu recordes nos primeiros sete meses do ano, com a exportação somando US$ 161,42 milhões. As importações também aumentaram em comparação com o mesmo período do ano passando, chegando a US$ 117,29 bilhões.

Esse cenário demonstra que, mesmo com todos os desafios, empresários seguem investindo em importação e exportação, fazendo a economia girar. Os mercados de energia solar, importação e exportação de alimentos e bebidas, medicamentos, cosméticos e produtos hospitalares estão entre os segmentos com alta procura no Brasil.

Buscar competitividade, redução de valores de logística, entendimento de legislação e documentação estão entre os principais fatores de sucesso de quem investe ou quer investir no comércio exterior.

Neste momento de retomada da economia com o avanço da vacinação em todo o mundo é muito importante estar atento a esses detalhes. A assessoria aduaneira especializada em conjunto com a logística internacional inteligente reduz custos, facilita o processo de documentação e evita transtornos no futuro. Saber onde e como investir deve ser uma preocupação do empresário, além de contar com parceiros que saibam exatamente o momento certo de agir.

Que os próximos meses sejam de crescimento e manutenção dos bons números registrados até agora para que o setor possa respirar um pouco mais aliviado e garantir resultados positivos no futuro.

*Vicente Santos Jr é formado em Administração em Comércio Exterior e é diretor operacional na Broker Comex

As opiniões emitidas nos artigos são de responsabilidade dos autores.
Divulgação

Publicações relacionadas