Brasil regulamenta uso de drones na agricultura

Ministério da Agricultura publicou portaria que regulamenta uso de drones em atividades agrícolas, já que a tecnologia vem ganhando terreno no País.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – O Brasil ganhou regulamentação para o uso de drones no agronegócio. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou na sexta-feira (24), no Diário Oficial da União, portaria que estabelece regras para operação de aeronaves remotamente pilotadas (ARP), que são os drones, na aplicação de agrotóxicos e afins, adjuvantes, fertilizantes, inoculantes, corretivos e sementes.

De acordo com informações divulgadas pelo Mapa, o objetivo é simplificar os procedimentos e adequar as exigências legais às especificidades da tecnologia, já que ela se diferencia em vários aspectos das aeronaves tripuladas.  Entre outras determinações, na regulamentação está previsto que quem trabalha com drones faça registro automatizado no Mapa e tenha profissional qualificado com curso específico, designado como aplicador aeroagrícola remoto. Em alguns casos, é preciso responsável técnico, engenheiro agrônomo ou florestal, para coordenar as atividades.

Sebastian Willnow/DPA/AFP

Publicações relacionadas