Câmara Árabe participa de Fórum de Investidores Árabes

O Fórum Internacional de Investidores Árabes ocorreu em Paris nesta terça e quarta-feira, 17 e 18 de setembro. O presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun, participou como convidado.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – A Câmara de Comércio Árabe Brasileira participou como convidada do Fórum Internacional de Investidores Árabes (AiiF, na sigla em inglês). Para representar a instituição, o presidente Rubens Hannun foi a Paris, na França, onde se deu o evento nesta terça e quarta-feira, 17 e 18 de setembro.

“Fomos convidados para conhecer e participar como convidados de honra, e quem sabe nas próximas edições viremos com uma delegação”, disse Hannun à ANBA por telefone.

Dentro da programação do Fórum, ocorreu também o Arab Investor Award (AIA), na terça-feira. O evento premiou empresários e acadêmicos nas categorias de Inovação, Impacto do Investimento, Aplicações Ambientais, Responsabilidade Social Corporativa, Governança Corporativa e Igualdade de Gênero. O Arab Investor Award reconhece o desempenho excepcional de empresas e indivíduos no campo do investimento sustentável em colaboração com a Universidade de Wollongong em Dubai (UOWD).

Nesta quarta, ocorreram os painéis sobre os temas da premiação, com representantes do setor público, privado e acadêmicos. “O evento foi realizado na França porque o objetivo deles é internacionalizar esse esforço, o incentivo dos árabes nesses temas, e mostrar essa mensagem para os outros países”, disse Hannun.

O Fórum Internacional de Investidores Árabes foi criado por um conselho administrativo que inclui membros do mundo empresarial, acadêmico e científico, e propõe oportunidades de colaboração e desenvolvimento no campo dos investimentos.

“Todos os painéis foram muito interessantes, o de governança discutiu a colaboração do setor privado com o governo na área. O painel sobre igualdade de gêneros mostrou um avanço muito forte dos países árabes nesse setor”, destacou o presidente da Câmara Árabe.

Outro destaque foi o painel de inovação. “Quando eles falam em inovação, falam do papel fundamental dos jovens nesse movimento. E mostraram que a empresa toda tem que estar envolvida e que não pode ser só uma estratégia de marca, tem que levar isso para o meio social, com investimentos em educação, no desenvolvimento de pessoas”, contou Hannun.

Para o presidente, a iniciativa foi muito interessante porque mostrou a preocupação dos árabes sobre os temas citados. “Eles estão mostrando para o mundo como os países árabes tratam esses temas”, completou.

Divulgação

Publicações relacionadas