Egito espera forte aumento de remessas de expatriados

Banco Central do país prevê que egípcios que trabalham no exterior vão enviar para casa US$ 26 bilhões no atual ano fiscal.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – As remessas de dinheiro ao Egito de egípcios que trabalham no exterior podem chegar a US$ 26 bilhões no atual ano fiscal (2017/18), ante US$ 17,4 bilhões no ciclo anterior (2016/17), segundo o Banco Central do país (foto acima). As informações foram divulgadas nesta terça-feira (17) pelo site do jornal egípcio Al Ahram.

A previsão foi feita com base nas remessas registradas de julho de 2017 a abril de 2018, que chegaram a US$ 21,9 bilhões. Em abril, isoladamente, as remessas somaram US$ 2,3 bilhões, contra US$ 1,7 bilhão no mesmo mês de 2017.

Segundo a publicação, as divisas enviadas por egípcios que vivem no exterior vêm crescendo desde que o país liberou a flutuação do câmbio em novembro de 2016. Cerca de 9,4 milhões de egípcios vivem em outros países, frente a uma população total de 104,2 milhões de pessoas.

Khaled Desouki/AFP

Publicações relacionadas