Empresa árabe quer novos fornecedores de café do Brasil

A Anorka, do grupo Hamwi, dos Emirados, importa café brasileiro para processamento e trabalhará com a Câmara Árabe para buscar novas fazendas fornecedoras. Executivo da companhia afirma que o produto do Brasil é ‘único’.

Isaura Daniel
isaura.daniel@anba.com.br

São Paulo – A indústria de alimentos Anorka, que pertence ao grupo Hamwi, dos Emirados Árabes Unidos, quer negociar com novas fazendas de café do Brasil. A informação foi dada à reportagem da ANBA pelo presidente do conselho da empresa, Bilal Al Hamwi. A Anorka já importa café do Brasil para processar em suas fábricas e está se associando à Câmara de Comércio Árabe Brasileira.

Empresa produz várias marcas e tipos de café

De acordo com Bilal, atualmente 70% dos grãos de café importados pela Anorka são brasileiros. “Estamos dispostos a trabalhar com a Câmara de Comércio Árabe Brasileira de forma colaborativa para negociar com novas fazendas no Brasil”, disse. O executivo vê o café brasileiro como único por suas características especiais que, segundo ele, colocam o País no topo do ranking mundial do produto em qualidade e quantidade.

A companhia produz várias marcas de café, entre elas Hamwi Café, Unospresso e Uno Café, e vários tipos de café, desde solúvel, em pó para  coar, espresso, turco, bebidas geladas à base de café, entre outros. O executivo contou à ANBA que a empresa almeja produzir todos os tipos de café dentro das suas fábricas para ter um sistema integrado e estar em primeiro lugar no segmento.

O presidente do conselho disse que o Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Anorka está em prospecção contínua pela mais alta qualidade. Segundo ele, a empresa aplica elevadas normas de segurança alimentar e sistema de gestão de qualidade, sempre se empenhando no desenvolvimento da tecnologia alimentar para fomentar inovação.

Delegação viu o café brasileiro na Anorka

“Desde o início das atividades da nossa fábrica em Dubai, trabalhamos para implementar a mais novas inovações em tecnologia de alimentos do mundo”, afirmou, contando que ela é transferida também para as unidades da empresa em outros países.

A fábrica da Anorka na Dubai Industrial City foi visitada na última semana pelo embaixador do Brasil nos Emirados, Fernando Igreja, acompanhado do chefe do escritório internacional da Câmara Árabe em Dubai, Rafael Solimeo, o diretor administrativo da Dubai Industrial City, Saud Abu Al Shawareb, e a especialista em exportação da Dubai Exports, Zilda Rosa. Eles foram recebidos por Bilal.

Na entrevista para a ANBA, o executivo agradeceu a visita do embaixador e de todos os que estiveram na fábrica, ressaltando a parceria com a Dubai Industrial City. Ele disse que na oportunidade foi apresentada ao grupo a visão estratégica da empresa para aumentar o investimento na produção de café. Bilal Al Hamwi ressaltou a importância do café no mundo e o contínuo aumento da demanda pelo produto ao longo dos anos.

Anorka/Instagram
Anorka/Facebook
Divulgação

Publicações relacionadas