Movimentação no Porto de Santos cresce 1,5%

Passaram pelo maior porto do Brasil 110,6 milhões de toneladas de cargas de janeiro a outubro. No entanto, em outubro, o volume caiu 9,8% sobre o mesmo mês do ano passado.

Agência Brasil
pauta@ebc.com.br

São Paulo – A movimentação de cargas no Porto de Santos, o maior do Brasil, cresceu 1,5% de janeiro a outubro, em relação ao mesmo período no ano passado, alcançando 110,6 milhões de toneladas, volume recorde. Foram 4.026 atracações de navios, queda de 0,4% na mesma comparação. Os dados foram divulgados pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) nesta quinta-feira (06).

O total de embarques foi de 78,98 milhões de toneladas, uma diminuição de 0,5% em relação ao mesmo período do ano passado. A soja (grãos e farelo) é a campeã das exportações, seguida do açúcar, milho, celulose e sucos cítricos.

No fluxo de desembarques, foram 31,67 milhões de toneladas, crescimento de 6,7% na mesma comparação, marca recorde. Os produtos de maior movimentação foram adubos, enxofre, óleo diesel, trigo e soda cáustica.

A movimentação de contêineres no porto aumentou 8,8% de janeiro a outubro, atingindo 3,5 milhões TEU (medida padrão equivalente a um contêiner de 20 pés), número recorde também.

No mês de outubro, foram registradas 10,25 milhões de toneladas, queda de 9,8% em comparação com o mesmo mês de 2017. As atracações somaram 380 navios, 6,9% menos que em outubro do ano passado.

Nos embarques, o volume ficou 14,2% menor, em pouco mais de 7 milhões de toneladas, com queda nas exportações de açúcar e milho. Nos desembarques, houve crescimento de 1,9%, alcançando 3,15 milhões de toneladas.

*Com informações da redação da ANBA

Arquivo/EBC

Publicações relacionadas