Produção de bicicletas avança 26%

Foram fabricadas 81,6 mil unidades no Polo Industrial de Manaus em setembro. Setor revisou para cima projeção de crescimento em 2018.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – As empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), no Amazonas, produziram 81.590 bicicletas em setembro, um aumento de 25,7% sobre o mesmo mês do ano passado, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (11) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

De janeiro a setembro, foram fabricadas 578.449 unidades, um crescimento de 16% em relação ao mesmo período de 2017. “Este cenário positivo tem se consolidado devido ao crescimento do uso das bicicletas para mobilidade e práticas esportivas e de lazer”, disse Cyro Gazola, vice-presidente do segmento de bicicletas da Abraciclo, segundo nota da entidade.

A associação ampliou sua projeção de aumento da produção este ano, em comparação com 2017, de 9% para 15%, o que, se confirmado, resultará na fabricação de 765 mil unidades em 2018 como um todo.

Comércio exterior

Na seara das exportações, o Brasil vendeu 1.775 unidades ao exterior em setembro, um avanço de 15,5% sobre o mesmo mês do ano passado. As importações, por sua vez, chegaram, a 6.371 unidades, uma queda de 67,2% na mesma comparação.

No acumulado do ano, foram embarcadas 9.181 bicicletas, um crescimento de 16,3% em relação ao mesmo período de 2017, sendo que os principais destinos foram Paraguai, Uruguai e Bolívia. As importações totalizaram 82.366 unidades, um recuo de 11,2% na mesma comparação. China, Taiwan e Camboja foram os principais fornecedores.

Divulgação

Publicações relacionadas