Ras Al Khaimah recebeu mais de 1 milhão de turistas em 2018

A Autoridade de Desenvolvimento do Turismo de Ras Al Khaimah divulgou nesta terça-feira (12) um aumento de 10% no número de visitantes no emirado em relação ao ano de 2017. Até 2021, o plano é atrair 1,5 milhão de turistas.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – A Autoridade de Desenvolvimento do Turismo de Ras Al Khaimah (Raktda, na sigla em inglês), nos Emirados Árabes Unidos, divulgou nesta terça-feira (12) que o emirado recebeu mais de um milhão de turistas em 2018, um aumento de 10% em relação a 2017. Foram 1.072.066 visitantes no total. A Raktda colocou em prática em 2016 um plano estratégico para atrair um milhão de turistas em três anos. O plano para o próximo triênio, de 2019 até 2021, é chegar a 1,5 milhão de turistas ao ano.

O crescimento se deu principalmente pelo turismo doméstico dos Emirados, que representa 38% do total de visitantes em Ras Al Khaimah. A Alemanha segue como o principal emissor internacional, com 83,6 mil visitantes; em segunda colocação vem a Rússia, com 83,5 mil turistas, um crescimento de 17% em relação a 2017. O terceiro país que mais enviou visitantes foi o Reino Unido, com 63 mil pessoas, um aumento de 11,5% no mesmo comparativo. Já a Índia ficou em quarto lugar com 62,3 mil turistas, uma alta de 22%; e em quinta posição vem o Cazaquistão com 27,1 mil visitantes, um crescimento de 28% em igual comparativo.

Um dos principais marcos do turismo de Ras Al Khaimah em 2018 foi o lançamento do Jebel Jais Flight, a maior tirolesa do mundo na montanha Jebel Jais, a mais alta dos Emirados. A atração de aventura já recebeu mais de 25 mil turistas desde a abertura, há um ano, colocou o emirado no mapa do turismo e o tornou o destino de turismo de aventura que mais cresce na região. A tirolesa atinge 150 quilômetros por hora, descendo de uma altura de 1.680 metros (topo da montanha), com cerca de três quilômetros de extensão.

A atração conta ainda com sete decks de observação no alto da montanha, um parque de aventuras com mais de 64 quilômetros de trilhas e ciclismo de montanha, além de escaladas, um acampamento de luxo com 47 acomodações, entre outros serviços.

A Raktda divulgou recentemente o novo plano estratégico para o período 2019-2021, que deverá focar na diversificação da oferta turística do emirado para atrair um espectro maior de visitantes que buscam experiências culturais autênticas e turismo de aventura. “Pretendemos atrair cerca de 1,5 milhão de visitantes até 2021, e 3 milhões de turistas até 2025”, disse Haitham Mattar, CEO da Raktda.

O novo plano estratégico buscará ainda ofertar 10 mil novas vagas de emprego no setor de turismo e hospitalidade e fomentar o investimento para pequenas e médias empresas. Ras Al Khaimah também irá ampliar a oferta de acomodações. A Raktda deve adicionar cinco mil novos quartos aos 6.500 já existentes no emirado, com a introdução de grandes redes hoteleiras internacionais, como Marriott, Sheraton, Conrad e Intercontinental ao longo dos próximos três anos.

 

Karim Sahib/AFP

Publicações relacionadas