Brasil amplia produção de leite, ovos e mel

Pesquisa do IBGE mostra também recuperação da criação de camarões e redução no número de cabeças de gado no País.

Agência Brasil
pauta@ebc.com.br

Rio de Janeiro – O Brasil registrou aumento na produção e produtividade do leite em 2018, além de expansão na produção de mel e ovos de galinha, e recuperação na carcinicultura (criação de camarão).

Em contrapartida, o número de bovinos sofreu a segunda queda consecutiva, depois de atingir o recorde de 218,2 milhões de cabeças em 2016. Os dados constam da pesquisa Produção da Pecuária Municipal 2018 (PPM), divulgada nesta sexta-feira (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A produção brasileira de leite atingiu 33,8 bilhões de litros, aumento de 1,6%, retomando a tendência de alta após queda de 1,1% em 2017. O Egito anunciou na semana passada a abertura de seu mercado para produtos lácteos do Brasil.

A produção brasileira de ovos de galinha foi recorde no ano passado, alcançando 4,4 bilhões de dúzias, alta de 5,4% em comparação ao resultado apurado no ano anterior, com rendimento de R$ 14 bilhões. O IBGE ressaltou que essa é a primeira vez na série histórica que o total de ovos ultrapassou 4 bilhões de dúzias.

A produção de mel no Brasil totalizou 42,3 mil toneladas, aumento de 1,6% em relação a 2017. No final de 2018, a Arábia Saudita liberou a importação de mel brasileiro.

A produção de camarão somou 45,8 mil toneladas no ano passado, aumento de 11,4% em relação ao ano anterior. Entre 2016 e 2017, a produção sofreu queda de 21,2%.

O efetivo de bovinos foi de 213,5 milhões de cabeças em 2018, com redução de 0,7% em relação ao ano anterior. Segundo o IBGE, o ano passado foi marcado pelo aumento do abate de bovinos e pelo recorde no volume de carne bovina exportada.

Arnaldo Alves/ANPr

Publicações relacionadas