Brasil doou 13 mil ampolas de antibiótico ao Djibuti

A Agência Brasileira de Cooperação enviou carga de Azitromicina 500 mg, um tipo de medicamento essencial, ao país árabe da África. Doação foi feita a título de ajuda humanitária.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – O Brasil doou ao Djibuti 13.120 ampolas de antibiótico no mês de julho, de acordo com informações divulgadas pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), que é ligada ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil. O Djibuti é um país árabe que fica na África e é fortemente dependente de assistência internacional. O país tem poucos recursos naturais e poucas indústrias. Sua economia é baseada principalmente em serviços.

Medicamentos foram chegaram em julho

O Brasil fez a doação a título de cooperação humanitária e sem comprometer o abastecimento nacional, segundo a ABC. Os remédios foram direcionados ao Ministério da Saúde do Djibuti e a operação teve apoio da Embaixada do Brasil em Adis Abeba, na Etiópia, que se encarrega também da relações do Brasil com Djibuti.

Segundo a ABC, a carga chegou à capital do país, que se chama Cidade do Djibuti, há cerca de um mês, no dia 7 de julho. Os remédios entregues foram ampolas do antibiótico injetável Azitromicina 500 mg, medicamento constante da Lista de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial da Saúde (OMS).

@Tony Karumba/AFP
Agência Brasileira de Cooperação

Publicações relacionadas