Comércio de itens para o Ramadã gira US$ 2,26 bi em Dubai

Operações de comércio exterior de alimentos para consumo no mês do calendário islâmico movimentaram 1,5 milhão de toneladas no primeiro trimestre.

Da Redação
anba@anba.com.br

Dubai – O comércio de produtos alimentícios para consumo no Ramadã movimentou 8,3 bilhões de dirhams (US$ 2,26 bilhões) em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, no primeiro trimestre, segundo o departamento de fiscalização aduaneira do emirado (foto). O número diz respeito a operações de comércio exterior. As informações são da Emirates News Agency (WAM).

Foram movimentadas no período 1,5 milhão de toneladas de alimentos, como carnes, açúcar, vegetais, farinha, arroz, nozes, água engarrafada, sucos e tâmaras, de acordo com a autoridade aduaneira.

O Ramadã este ano começou em 05 de maio e termina nesta terça-feira (04). Neste mês do calendário islâmicos os muçulmanos jejuam do nascer ao pôr do sol, mas é tradição a realização de refeições comunitárias à noite, com familiares e amigos, além da doação de alimentos para pessoas carentes.

Nesse sentido, a demanda por alimentos em países muçulmanos costuma aumentar nos meses anteriores ao Ramadã, para formar estoques e evitar desabastecimento e escalada de preços.

WAM

Publicações relacionadas