Egito facilita uso de veículos elétricos

País dará licenças temporárias para quem tem carro elétrico, até que regulamentação para a área esteja pronta, e vai fabricar ônibus elétricos.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – O Egito tomou uma série de medidas para facilitar o uso e a importação de carros elétricos no país, o que inclui emissão de licenças para esses automóveis, abertura de unidade de carregamento elétrico e acordo para instalação de fábricas do segmento. As informações foram publicadas no site do jornal egípcio Al Ahram nesta segunda-feira (06).

O Ministério do Interior do Egito concederá a proprietários de carros elétricos placas temporárias e licenças asseguradas até que procedimentos relacionados ao licenciamento dos veículos sejam regularizados. A pasta informou que a medida faz parte da disposição de facilitar os procedimentos para cidadãos que importaram carros elétricos.

No mês passado, o Egito assinou um acordo com a montadora chinesa Foton Motor para a fabricação de ônibus elétricos no Egito, segundo comunicado divulgado pelo Ministério da Produção Militar. O acerto prevê a produção de dois mil ônibus em quatro anos em uma grande fábrica do ministério que já faz veículos blindados e armamentos.

No começo do ano passado, o Egito abriu sua primeira unidade de carregamento de veículos elétricos, na rodovia Cairo-Suez. A unidade é da empresa Revolta Egypt, desenvolvedora de infraestrutura de carregamento elétrico e de outros projetos relacionados ao segmento.

De acordo com a notícia no Al Ahram, o Egito tem projeto de desenvolvimento do transporte sustentável como parte dos seus esforços para reduzir os níveis de emissão de poluentes do país. A iniciativa faz parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que o país pretende atingir até 2030, assim como estipulado pelas Nações Unidas. A meta do Egito é fazer com que as fontes renováveis respondam por 22% da matriz energética no país até 2020.

Revolta Egypt

Publicações relacionadas