Atividade do setor de serviços recuou em julho no Brasil

A receita bruta do segmento caiu 2,2% sobre junho e 0,3% em relação a julho de 2017, segundo o IBGE.

Agência Brasil
pauta@ebc.com.br

Rio de Janeiro – O volume de receita bruta do setor de serviços caiu 2,2% em julho deste ano na comparação com o mês anterior. A queda veio depois do avanço de 4,8% de junho. O dado é da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa também recuou na comparação com julho de 2017 (0,3%), no acumulado do ano (0,8%) e no acumulado de 12 meses (1%). Apesar da queda, no acumulado de 12 meses os serviços apresentam uma trajetória de recuos cada vez mais moderados, o que começou depois de abril de 2017.

Dos cinco segmentos pesquisados, apenas os serviços prestados às famílias tiveram crescimento no volume (receita bruta) na passagem de junho para julho (3,1%). Entre os quatro segmentos em queda, destaca-se o de transportes e correio, que recuou 4%.

 

Pedro Ventura/Agência Brasília

Publicações relacionadas