Biblioteca Nacional de Brasília terá Semana Árabe

Esta será a 2ª edição do evento, de 26 a 29 de setembro, com o objetivo de valorizar a cultura árabe abrindo espaço para exposições, filmes e apresentações artísticas.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – A Biblioteca Nacional de Brasília recebe de 26 a 29 de setembro a 2ª Semana Árabe, com exposição de fotografias, mostra de cinema, palestras e apresentações artísticas sobre a cultura árabe. O evento gratuito é promovido pelo Instituto de Cultura Árabe-Brasileira (Icab) e pela Federação das Entidades Árabes no Brasil (Fearab Brasil).

A primeira edição da Semana Árabe ocorreu em 2014. O intuito do evento é estimular a valorização da história e cultura árabes, destacando pessoas e associações engajadas nessa cultura, além de abrir espaço para expressões culturais e artísticas dos países da região, mostrando a contribuição dos árabes para a formação sociocultural brasileira.

As atividades realizadas na biblioteca serão abertas aos visitantes na quarta-feira (26), e a partir das 14 horas, o local terá apresentações de música e dança, rodas de conversa, palestras, exibição de filmes, contação de histórias para crianças e a exposição “De Córdoba a Granada: detalhes de uma presença árabe na Andaluzia”, com fotos de Nick Elmoor (foto acima). O público poderá conferir também o Espaço Khalil Gibran, montado em homenagem aos 135 anos de nascimento do escritor libanês, onde será possível ler livros do autor, tomar chá e ouvir músicas árabes, conhecendo mais sobre sua biografia.

Para completar a programação, o Instituto de Cultura Árabe-Brasileira fará ainda uma Feira da Diversidade da Culinária Árabe no dia 22 de setembro (sábado). O evento será na sede da instituição, das 12 às 17 horas. E para concluir a Semana Árabe, haverá um jantar com shows de música e dança árabes, com ingressos limitados no valor de R$ 150.

Exposição

A Exposição “De Córdoba a Granada: detalhes de uma presença árabe na Andaluzia” conta a história da presença dos árabes na Península Ibérica, que durou cerca de oito séculos. As fotografias são assinadas por Nick Elmoor, brasileiro de origem libanesa com curadoria de Patrícia Elmoor. A exposição terá início na semana árabe e ficará em cartaz na biblioteca até 12 de outubro, com horários de visitação de quarta a sexta-feira, das 14 às 20 horas, e aos sábados, das 09 às 14 horas.

Música

Entre os eventos musicais, a biblioteca contará com a apresentação do Mahur Trio, com repertório multicultural do Mediterrâneo e do Oriente Médio, que traz diversas tradições musicais cantadas em cinco idiomas: árabe, grego, turco, ladino (semelhante ao castelhano) e farsi (língua persa). O grupo é formado por Pedro Rebello, Natalia Trigo e Arash Azadeh, que utilizam instrumentos tradicionais como lavta (alaúde turco), nay (flauta oriental), kamancheh (viola persa), setar (cítara persa) e bendir (percussão).

A programação musical contará ainda com a Ópera Abu Hassan, peça musical com fortes referências do mundo árabe e com história baseada num episódio de “As Mil e Uma Noites”, dirigida por Irene Bentley e com autoria do compositor Carl Maria Von Weber. Ambas as apresentações musicais acontecerão no dia 28 de setembro, sexta-feira; a Ópera Abu Hassan, às 18h30, e o Mahur Trio, às 19 horas.

Cinema

A Mostra de Cinema Árabe terá duas sessões por dia ao longo dos quatro dias de evento. Dia 26 terá apresentações às 15 e às 17 horas do filme “A Última Estação” (115 minutos), sobre um jovem libanês que vem ao Brasil em busca de uma vida melhor em 1950.

No dia 27, as sessões de “O Profeta” (85 minutos) acontecem às 15 e às 18 horas. A animação é baseada no best-seller homônimo, escrito nos anos 1920 pelo libanês Gibran Khalil Gibran, e conta a história de um prisioneiro político que partilha sua sabedoria e seus poemas com uma menina de oito anos, dividido em nove histórias com mensagens de paz, amor, amizade e fraternidade.

No dia 28, o filme exibido às 14h30 e às 16 horas será “A Palestina Brasileira” (79 minutos), documentário filmado no sul do Brasil e no Oriente Médio que retrata as raízes, a integração e a sensação de pertencimento de seis famílias palestinas vivendo no País. No sábado (29), serão exibidos os três filmes citados acima, entre 09 e 14 horas.

Outras atividades

A contação de histórias para crianças ocorrerá de quarta (26) a sexta-feira (28), das 14 às 15 horas, e sábado (29), às 10 horas, com narrações de contos clássicos do livro “As Mil e Uma Noites”, como Aladim e a Lâmpada Maravilhosa, Ali Babá e os Quarenta Ladrões, entre outros.

O Espaço Khalil Gibran será uma tenda montada para homenagear os 135 anos do escritor libanês, onde será possível ler seus livros, tomar chá e ouvir músicas, conhecendo mais sobre sua biografia. A tenda ficará aberta de quarta (26) a sexta-feira (28), das 14 às 20 horas, e sábado (29), das 09 às 14 horas.

As rodas de conversa e palestras terão temas diversos que abrangem a culinária árabe, a questão palestina, a contribuição dos árabes para a história, entre outros, e terá a participação de especialistas em cada assunto. Os encontros se darão de quarta (26) a sexta-feira (28), das 17 às 19 horas.

A semana árabe terá ainda apresentações de danças folclóricas e dança do ventre, além de oficinas com grupos e artistas convidados, em que o público poderá aprender sobre maquiagem árabe, percussão e “snujs”, os címbalos de metal tocados pelas bailarinas enquanto dançam. As apresentações e oficinas acontecem de quarta (26) a sexta-feira (28), das 18 às 20 horas.

A programação completa está no site do evento.

Serviço

2ª Semana Árabe
26 a 29 de setembro
Biblioteca Nacional de Brasília
Setor Cultural Sul Esplanada dos Ministérios 2 – Brasília
Entrada gratuita
semanaarabe.fearab.org

Nick Elmoor

Publicações relacionadas