Exportações de calçados cresceram 17%

Setor registrou quedas nas vendas externas em janeiro, fevereiro e março, mas em abril houve crescimento. Foram exportados 9,87 milhões de pares, com receita de US$ 93,18 milhões, no mês passado.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – As exportações brasileiras de calçados registraram alta de 17,6% em abril no comparativo com o mesmo mês de 2017, totalizando US$ 93,18 milhões, após três meses de quedas. Foram vendidos 9,87 milhões de pares ao exterior no mês passado. No acumulado de janeiro a abril, os embarques somaram 40,36 milhões de pares, o que significou US$ 344,2 milhões em receita, alta de 1,8% em relação a igual período do ano passado.

“Os embarques de abril são provenientes das vendas realizadas nas primeiras feiras do ano, na Itália, Estados Unidos e Colômbia. Somente nesses eventos, foram alinhavados negócios na ordem de mais de US$ 63 milhões para 2018”, informou o presidente-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, em nota.

Para o ano, a expectativa é de que os embarques registrem um leve crescimento ante 2017, que encerrou com 127 milhões de pares exportados para mais de 150 destinos. “Porém, tudo vai depender do comportamento do dólar ante o real; o grande problema e ponto de interrogação é a falta de estabilidade da cotação cambial”, acrescentou Klein.

Nos primeiros quatro meses do ano, o principal destino das vendas foi a Argentina. Foram embarcados US$ 58,36 milhões para o país vizinho, aumento de 19,9% no comparativo com igual período de 2017. Os Estados Unidos ficaram em segundo lugar, com US$ 51 milhões, queda de 20,8% na relação com o mesmo período do ano passado. O terceiro destino foi a França, com compras de US$ 21 milhões, alta de 21,5% no comparativo com 2017.

Os Emirados Árabes, único país árabe entre os vinte maiores compradores, ficou na 17ª posição, com US$ 4,22 milhões, queda de 12,9% nas importações sobre o primeiro quadrimestre de 2017.

Couromoda

Publicações relacionadas